Obras do IFMT de Várzea Grande deve iniciar em 60 dias

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso em Várzea Grande MT


Várzea Grande completa 147 anos de fundação neste dia 15 de maio. No aniversário da Cidade Industrial recebe um presente muito especial, esperado a muito tempo pelos estudantes e a sociedade organizada. Trata-se do início da construção do IFMT, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso. O anúcio foi feito pelo reitor José bispo Barbosa, que afirmou. “Nesta semana será realizada a licitação e em 60 dias começam as obras do campi. Serão entre 12 e 13 meses para a entrega prevista para 2014”

Várzea Grande é a segunda maior cidade de Mato Grosso, com quase 300 mil habitantes e ainda não possui nenhuma universidade pública. Com o anúncio do IFMT e também a confiramção da UFMT, Universidade Federal de Mato Grosso, que também construirá seu campus no município.

O sonho não termina com os campus dessas duas universidades públicas na cidade, estudiosos, pensadores, formadores de opinião e muito especialmente os estudantes de Várzea Grande, reivindicam a instalação da UNEMAT - Univercidade Estadual de Mato Grosso. Já não há nenhuma desculpa que possa ser levada a sério pela falta de um campus da Universidade Estadual na região metropolitana da Grande Cuiabá cujo número de habitantes aproxima a 1 milhão.

Voltando ao IFMT, a unidade ofertará entre cinco e seis cursos que serão definidos com pesquisa de mercado para identificar as maiores demandas de profissionais na cidade e por audiência pública para que a população participe da escolha. Além de Várzea Grande, Primavera do leste, Alta Floresta, Tangará da Serra, Diamantino e Lucas do Rio Verde também serão contempladas até 2015.

Com um orçamento de R$ 250 milhões por ano, a instituição está em pleno processo de expansão. Os 11 campus do Estado vão chegar a 17 nos próximos dois anos. Só em 2013 são R$ 60 milhões destinados a investimentos. Ao todo, o IFMT oferta 6 mil vagas todo ano e 168 cursos presenciais nos mais diversos níveis. São cursos técnicos, técnicos integrados ao ensino médio, técnicos integrados ao ensino fundamental, cursos voltados a jovens e adultos, superiores, especializações e até mestrado.

 Além disso, ainda há os cursos de Ensino à Distância (EAD) que contemplam nove cidades-pólo mato-grossenses e um município em Minas Gerais (Coromandel). Nesta modalidade são dois cursos ministrados, Licenciatura em Química e Redes de Computadores. Podem acessar a formação EAD as pessoas que moram na região de Barra do Bugres, Cuiabá, Guarantã do Norte, Juara, Nova Xavantina, Pontes e Lacerda, Primavera do Leste, Ribeirão Cascalheira e São Felix do Araguaia.

   O IFMT conta com 1,3 mil servidores entre docentes e corpo técnico. Além dos 11 campus existentes, ainda há quatro núcleos avançados no Estado. Um em Campo Verde que é administrado pelo campus de São Vicente, outro em Jaciara ligado ao campos de São Vicente, em Poconé (campus Cáceres) e por fim em Sapezal (campus Campo Novo do Parecis). Com participação do RD News

Gostou? Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário