Vereador Maninho de Barros é empossado prefeito de Várzea Grande


Vereador Maninho de Barros é empossado prefeito de Várzea Grande - O vereador Antônio Gonçalo Pedroso de Barros (PSD) assumiu a Prefeitura de Várzea Grande às 20h49 desta terça-feira (30), para um mandato-tampão de dois meses, para substituir o prefeito Sebastião dos Reis Gonçalves (PSD), o Tião da Zaeli, que renunciou, no início da noite. “Em respeito a Deus e à Lei Orgânica de Várzea Grande, assumo com a responsabilidade de dar sequência naquilo que está certo e tentar corrigir o que estiver errado”, afirmou ele, após fazer o juramento e assinar o livro de posse.

Menos de dois minutos após tomar posse, Maninho demitiu o secretário Municipal de Saúde, Marco Antônio da Silva. Ele anuncia o novo titular da pasta às 7 horas desta quarta-feira, quando fará uma visita ao Pronto-Socorro de Várzea Grande.

“Vou dedicar os dois meses do meu mandato de prefeito para tentar ao menos humanizar o atendimento do Pronto-Socorro, que é essencial para as pessoas mais simples”, argumenta Maninho, que é filho do ex-prefeito e conselheiro aposentado do Tribunal de Contas do Estado, Gonçalo Pedro Branco de Barros, e primo dos ex-governadores e atuais senador Jayme Campos (DEM) e deputado federal Júlio Campos (DEM)


Na seqüência, às 8h30, ele deixa o Pronto-Socorro Municipal e volta para o Paço Municipal Júlio Domingos Fiote de Campos, onde se reúne com o novo secretariado. “Alguns deles [da equipe de Zaeli] vão permanecer. Os que não forem convidados para a reunião é porque estão demitidos”, justifica o prefeito interino.

Dos 13 parlamentares, faltaram apenas os vereadores Wanderley Cerqueira (PSD), primeiro secretário, e Wilton Gusmão (PR), atual segundo secretário e vice-prefeito eleito na chapada de Walace Guimarães (PMDB). A partir de janeiro de 2013, Várzea Grande passa a contar com 21 vereadores.

O líder do Executivo na Câmara, vereador Edil Moreira da Costa (DEM), renunciou à liderança antes do início da sessão. Durante o mandato de Maninho, o líder será o vereador Charles Caetano Rosa (PR).

Com a renúncia de Maninho Pedroso, quem assume a Presidência da Câmara de Várzea Grande é o vereador Domingos Sávio de Barros (DEM), que está no terceiro mandato e não disputou a reeleição.

Maninho de Barros é o quarto prefeito de Várzea Grande no atual mandato, que se iniciou em janeiro de 2009. O primeiro foi Murilo Domingos (PR), cassado por improbidade administrativa. Depois, assumiu o então presidente da Câmara, vereador João Madureira (PR), por 48 dias.

O terceiro foi Tião da Zaeli, que desde o início do segundo mandato de Murilo se revezava com o titular, no comando da municipalidade. O quarto é Manin
ho, nascido em tradicional berço político varzea-grandense, prestes a exercer o quarto mandato no Legislativo da Cidade Industrial.  Fonte: Hipernotícias

Gostou? Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário