Secopa apresenta cronograma de obras do VLT em Várzea Grande e Cuiabá


Obra da Copa do Mundo 2014 em Várzea Grande e Cuiabá - Com previsão para início do mês de agosto, quatro intervenções viárias previstas no projeto de implantação do VLT vão provocar mudanças no trânsito de Cuiabá e Várzea Grande. Para detalhar o cronograma de obras e ações, a Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo da FIFA 2014 (Secopa) reuniu secretários e técnicos municipais das duas cidades.

De acordo com o cronograma previsto pelo Consórcio VLT/Cuiabá-Várzea Grande e Secopa, a primeira frente de trabalho prevê a construção da trincheira da Avenida 31 de março no entroncamento com avenida da FEB, rotatória do Km Zero, em Várzea Grande. A segunda também na FEB será uma trincheira no trevo do bairro Cristo Rei entroncamento com a avenida Dom Orlando Chaves, também na cidade industrial.


Ainda no mês de agosto as intervenções ocorrem na Avenida Fernando Corrêa da Costa, com a construção de dois viadutos um no trevo da UFMT e outro no entroncamento da Rodovia Palmiro Paes de Barros (MT-040) na entrada do bairro Parque Cuiabá. Serão duas obras no Eixo 1 – Aeroporto/CPA e duas no Eixo 2 – Centro/Coxipó.

O assessor de Mobilidade Urbana da Secopa, Rafael Detoni, apresentou ao secretário de Trânsito e Transportes de Cuiabá, Josemar Araújo, e sua equipe todas as intervenções que ocorrerão na Avenida Fernando Corrêa da Costa, uma das primeiras vias da Capital a sofrer alteração com as obras viárias do VLT.

De Várzea Grande estavam na reunião os secretários de Desenvolvimento Urbano (Flávia Moretti), Assuntos Estratégicos (Yênes Magalhães) e o presidente do Departamento de Água e Esgoto (João Bulhões), além de técnicos e assessores jurídicos das pastas. A Secopa esclareceu as intervenções, discutiu as interferências na avenida da FEB, principal via arterial e definiu ações de cada ente.

Uma notícia que agradou as duas prefeituras é que nas obras viárias para implantação do VLT a responsabilidade de definição e preparação dos desvios das rotas alternativas é do Consórcio VLT Cuiabá-Várzea Grande. Uma equipe de engenheiros já esteve percorrendo os pontos de intervenção e está preparando a proposta de rotas de desvio para as obras que começam em agosto.

Na próxima semana, o projeto será apresentado para Governo do Estado e Prefeituras de Cuiabá e Várzea Grande que validarão a proposta e farão parte da operação nas vias urbanas.

OBRAS

TRINCHEIRA 31 de MARÇO/FEB/KM ZERO

A trincheira que será construída no entroncamento das avenidas 31 de Março/Ulisses Pompeo de Campos com as avenidas João Ponce deArruda/FEB, na rotatória do KM Zero, terá 384 metros. A obra será composta por duas faixas de circulação por sentido para o tráfego geral e uma via permanente doVLT.

TRINCHEIRA CRISTO REI / DOM ORLANDO CHAVES

A segunda trincheira na Avenida da FEB entroncamento com a Avenida Dom Orlando Chaves, no trevo do bairro Cristo Rei, terá 337 metros.

VIADUTO UFMT

Trata-se de viaduto rodoferroviário a ser construído na Avenida Fernando Corrêa da Costa, sobre os entroncamentos das Avenidas Brasília, Tancredo Neves e via de acesso ao Campus da Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT. Conforme o Anteprojeto Geométrico possui uma extensão aproximada de 428 metros.

VIADUTO MT 040

O viaduto com 445 metros será constituído de duas faixas de circulação por sentido para o tráfego geral e uma via permanente do VLT.

(Com informações da Assessoria e Hipernotícias)

Gostou? Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário