Tião da Zaeli pode ter vice do PDT

Eleições 2012 -  Como Folha de Várzea Grande publicou na quinta-feira, 01 de junho, que os três principais candidatos a Prefeitura de Várzea Grande, hoje foi a vez do site RDNews publicar matéria confirmando o mesmo quadro, porém acrescentando que atual prefeito Tião da Zaeli(PSD) pode ter como vice um membro do PDT. Confira na íntegra a matéria abaixo.

O empresário e prefeito de Várzea Grande Sebastião dos Reis, o Tião da Zaeli (PSD), não só decidiu buscar a reeleição, como já avançou nas negociações para ter alguém do PDT, considerado "de peso e de conceito", como vice da chapa. Nas conversas de bastidores, o prefeito fez sondagem com dois pedetistas e ambos aceitaram compor chapa. Os nomes, porém, não foram divulgados. Tião ponderou, nos diálogos informais com os futuros aliados, que o fato de haver conflitos políticos entre o senador Pedro Taques, uma das referências do PDT, e o presidente da Assembleia e líder do PSD José Riva não vai dificultar a aliança PSD-PDT.

Tião vai com tudo em busca do novo mandato, embora esteja em desvantagem nas intenções de voto para outros possíveis adversários, como o casal Jayme Campos e Lucimar e ainda em relação ao deputado estadual Walace Guimarães. Mesmo assim, se mostra animado. Acredita que, no calor do debate da campanha vai ter a chance de confrontar ideias e as administrações, inclusive da atual com as dos Campos. Aposta que conseguirá convencer o eleitorado de que merece prosseguir no cargo. Outra expectativa do prefeito do PSD é de atrair o PT, cujo diretório até sugeriu que Alencar Farina recue do projeto próprio para facilitar a negociação. Os petistas também querem brigar pela indicação de vice da chapa, que pode ser o militante histórico Zelandes Santiago.

Mesmo enfentando alto índice de rejeição à frente do segundo maior município mato-grossense, Tião tomou uma decisão corajosa e que deve preocupar os adversários, especialmente os Campos. Primeiro, porque se mostra determinado a puxar o debate e, se preciso, abrir o que chama de caixa preta das gestões anteriores, resgatando projetos e ações mal explicados da época de Jayme Campos, que foi prefeito por três mandatos. O empresário-prefeito, sem papas na língua, tem anunciado dívidas milionárias deixadas pelos Campos e que comprometem até hoje as finanças do município. Segundo, vai contar com apoio da máquina.

Com Tião no páreo, Várzea Grande passa a ter três nomes fortes na corrida sucessória. Os demais são Walace, com apoio do PMDB do governador Silval Barbosa, e de Jayme, cujo grupo vinha administrando Várzea Grande por 40 anos, só interrompido nas urnas de 2004, com a eleição de Murilo Domingos, que acabou cassado na metade do segundo mandato, abrindo chance para Tião, então vice, se tornar chefe do Executivo. Fonte: RDNews

Gostou? Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário