Família unidas na política em MT; casais, irmãos e clãs inteiros

Mato Grosso Político - Enquanto muitos devem pensar que a política separa casais, em Mato Grosso exemplos mostram que a máxima também pode ser inversa e, até mesmo, que um pode usar o outro para se fortalecer ainda mais no cenário, e sem rancor. De acordo com um levantamento do RDTV, que vai ao ar nesta terça, 1º de maio, pelo menos sete casais do Estado entraram de cabeça na vida pública e dificilmente sairão dela tão cedo. Todos pertencem ao mesmo partido e em alguns casos, pela profissão, moram em cidades diferentes e, mesmo assim, convivem em harmonia, pelo menos aparentemente.
      É o caso da ex-vice-governadora do Estado Iraci França (DEM) e do marido, ex-prefeito de Cuiabá Roberto França (DEM). Ambos são cotados para retornar à política cuiabana no pleito deste ano, mas avaliam o projeto. Também o deputado federal Carlos Bezerra (PMDB) e sua esposa, a secretária estadual de Turismo, deputada estadual licenciada Teté Bezerra (PMBD). Ainda há o casal Moraes, formado pelo secretário estadual de Educação, Ságuas Moraes (PT), e a vice-prefeita de Juína, Joselina Moraes (PT), além do deputado estadual Percival Muniz (PPS), companheiro da ex-secretária estadual de Educação, Ana Carla Muniz.

O senador Jayme Campos (DEM) também pode lançar a esposa Lucimar Campos (DEM) como prefeita de Várzea Grande.

     Já como exemplo de casais “de fim de semana”, é possível citar o deputado estadual Ademir Brunetto (PT) e sua esposa Lucimara Brunetto (PT), que deve disputar o comando da Prefeitura de Alta Floresta pela primeira vez este ano. Também a deputada estadual Luciane Bezerra (PSB), lançada pelo marido Oscar Bezerra (PSB) que, inclusive, deve concorrer novamente à Prefeitura de Juara. Ele já administrou o município de 2004 a 2008.

     Mas não são apenas casais que compartilham a vida familiar e política, também há casos de irmãos ou mesmo famílias inteiras que nasceram para ocupar cargos públicos. Os Campos, por exemplo, praticamente se perpetuaram no comando de Várzea Grande e pretendem voltar este ano. Os irmãos Jayme e Júlio Campos, senador e deputado federal, respectivamente, já administraram o município e agora devem lançar a esposa de Jayme, Lucimar Campos, ou o filho de Júlio, Júlio Campos Neto à disputa do Paço Couto Magalhães.

     Também unido pelos lanços de sangue e pela política, são o vice-governador Chico Dalto e o prefeito de Chapada dos Guimarães Flávio Daltro, ambos do PSD. Ainda os irmãos Viana, sendo o deputado estadual Zeca Viana e o prefeito afastado de Primavera do Leste, Getúlio Viana. Também o deputado estadual Zé Domingos Fraga (PSD) e o prefeito de Nortelândia Neurilan Fraga (PSD), o ex-prefeito de Cuiabá, Wilson Santos (PSDB) e o vice-prefeito de Chapada dos Guimarães, pré-candidato a chefia do município, Elias Santos (PSDB) e o deputado estadual Dilmar Dal´Bosco (DEM) e o presidente regional da sigla, Dilceu Dal´Bosco. O DEM, por sinal, é o partido com o maior número de parentes no Estado.

     Ainda existem aqueles que pretendem deixar seu legado para os descendentes. É o caso do presidente da Assembleia José Riva. Após ser prefeito de Juara e deputado por cinco mandatos, o social-democrata pretender lançar a filha, Janaína Riva, como sua sucessora no Legislativo, em 2014. Janaína é casada com o ex-secretário de Habitação de Cuiabá (hoje pasta de Cidade), João Emanuel (PSD), pré-candidato a vereador pela Capital. Fonte: RDNews

Gostou? Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário