Professores de Várzea Grande tem aumento de salário aprovado

Várzea Grande deu mais um passo em direção a promover qualidade na educação com a aprovação na noite desta quarta-feira, 04 de abriu, durante sessão ordinária na Câmara de Vereadores de Várzea Grande, o projeto de lei que trata do aumento salarial dos professores da rede municipal de ensino.

O projeto foi aprovado com 10 votos favoráveis à categoria, o próximo passo para o aumento passar a valer será a sanção do prefeito municipal Sebastião dos Reis Gonçalves, Tião da Zaeli (PSD).

De acordo com o projeto aprovado, a categoria que antes tinha salário de R$ 760 passará a receber R$ 906. Já os professores com salários de R$ 906 passarão a receber R$ 1.450. Ainda, os educadores com graduação e cursos de especialização que antes recebiam R$ 1.360, agora serão remunerados em R$ 1.760.

Dezenas de professoras da rede municipal de ensino lotaram o auditório da Casa de Leis e aguardaram ansiosas a aprovação do projeto. Assim que o projeto foi aprovado, as professoras receberam a notícia com muitos aplausos.

A professora Arlete de Campos, 39, leciona para o 4° ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Antonio Gomes da Cruz. Ela exerce o cargo de professora contratada e atua em jornada de 20 horas semanais. O salário de Arlete é de R$ 866 e com descontos é reduzido para R$ 740.

“Com a aprovação do projeto todas minhas expectativas foram atendidas”, disse a professora.

Já a professora, Elisia Paiva, 47, que leciona no ensino fundamental da Escola Manoel João de Arruda e com jornada de trabalho de 45 horas semanais, ela achou justo o aumento do salário da categoria. Ela leciona há 28 anos na rede municipal e falta dois anos para ela se aposentar. Ela exerce o cargo em dois turnos como contratada e concursada pelo município.

“Achei justo a aprovação do projeto que aumenta nosso salário, nós merecemos. Nosso salário está defasado há anos. Eu me aposento daqui a dois anos”, ressaltou a professora.

O vereador Wilton Coelho (PR)- o Wiltinho ressaltou em plenário que o aumento salarial da categoria é de suma importância para a classe e convidou o secretário de Educação, Odenil Sebba, a comparecer na próxima sessão para dar resposta ao oficio encaminhado pelo Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Várzea Grande (Sintep\MT) à Secretaria de Educação solicitando melhorias salariais. O ofício foi encaminhado á pasta em 05 de março.

“Começamos a dar o 1° passo à valorização dos professores. Quero atender à todas as reivindicações da classe”, declarou o secretário.

Entre as reivindicações da categoria está a campanha salarial de 2012, a regularização da merenda escolar, o recebimento do material didático, o aumento de 25% do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCV), que era para ser reajustado em fevereiro de cada ano, o pagamento de 1\3 de férias que deixaram de ser cumpridos pela Secretaria Municipal de Educação. Fonte: VGNotícias


Gostou? Compartilhe:

Um comentário:

  1. e ai prefeito como fica o aumento das outras classes trabalhadoura da educação como os serviços gerais,merendeiras eles nao vao ter aumento também, sera que eles nao faz parte da educação também?

    ResponderExcluir