OPINIÃO: Boa Sorte Tião da Zaeli, você merece!

Gente, quero aqui estender minha tristeza por ver que nossa Várzea Grande segue em um caminho desesperador. Na noite desta terça-feira (30.10), o vereador Maninho de Barros assumiu a prefeitura de Várzea Grande. Nada contra o vereador, mas contra a renuncia que Tião da Zaeli foi praticamente obrigado a fazer, é claro no meu ponto de vista.

Tião neste período após as eleições sofreu muita perseguição e sempre esteve firme, pois sempre acreditou que a população não podia sofrer por atos inconsequentes de políticos imaturos que estavam apenas interessados no dinheiro público. Pensando na população, Tião deixou o cargo para que mais uma vez, todos os várzea-grandenses não vivessem dias vexaminosos como viveram no ano passado. A acusação contra o gestor chega a ser motivos de risos em conversas com amigos mais entendidos na área.
Minha profunda tristeza é ver que a população não merece passar por tudo isso, por interesses políticos que obrigaram Tião deixar a prefeitura. Um cidadão que preza pela cidade, pela melhoria continua e pela sobrevivência da população, nunca buscaria o poder tentando afastar Tião do cargo por uma situação tão pequena perto dos problemas que nossa cidade enfrenta. Hoje estou de luto, não pelo vereador Maninho assumir a prefeitura, mais sim de ver que alguns parlamentares e pessoas que dizem defender os direitos do cidadão, deixarem nossa cidade passar por mais esse episódio. Tião sempre foi uma pessoa integra, pude conhece- lô de perto durante a campanha e sei o quanto foi batalhador e confiou em pessoas que hoje estão buscando o poder. Durante a campanha visualizei uma cena que nunca saiu da minha cabeça. o "beijo de judas". Uma pessoa carregou Tião no colo e o beijou, e hoje é a principal pessoa que "obrigou sua renuncia". Espero de coração que nosso próximo prefeito Walace Guimaraes tenha pulso e coloque cada um em seu lugar, pois na câmara municipal de Várzea Grande existem pessoas boas, vereadores lutadores, competentes, mas sempre existe uma maça podre assessorando de alguma forma essas pessoas nos representam.

Decidi no início do ano que iria me dedicar ao máximo a minha carreira na cidade de Várzea Grande. Hoje chorei ao ver tanta ganância e jogo de poder que derrubou uma pessoa que lutou e brigou com muitos pelo bem da cidade. Affs estou muito indignada, mas vou continuar aqui, pois temos que continuar lutando e tentando fazer a diferença.

Acredito que Deus está olhando pelo nosso povo e pelo nosso próximo prefeito. E para você , Sebastião dos Reis Gonçalves, nosso Tião da Zaeli, continue em sua estrada, existe missão para tudo e para todos e a sua está apenas começando e sua renuncia mostra o quanto você é maduro e pensa no próximo.

Hum, não posso esquecer de lembrar a todos que Tião estava recebendo apenas R$ 50 reais de salario, pois fez um decreto para não pegar um dinheiro que não era necessário em sua vida e quando recebeu fez a doação. Além disso, quando começou as exonerações por determinação do MP ele sofreu muito, senti a dor que ele estava sentindo quando foi obrigado a cometer este ato. Tião você é guerreiro fez a sua parte! Seja feliz!

Por Larissa Malheiros, jornalista em Várzea Grande

Vereador Maninho de Barros é empossado prefeito de Várzea Grande


Vereador Maninho de Barros é empossado prefeito de Várzea Grande - O vereador Antônio Gonçalo Pedroso de Barros (PSD) assumiu a Prefeitura de Várzea Grande às 20h49 desta terça-feira (30), para um mandato-tampão de dois meses, para substituir o prefeito Sebastião dos Reis Gonçalves (PSD), o Tião da Zaeli, que renunciou, no início da noite. “Em respeito a Deus e à Lei Orgânica de Várzea Grande, assumo com a responsabilidade de dar sequência naquilo que está certo e tentar corrigir o que estiver errado”, afirmou ele, após fazer o juramento e assinar o livro de posse.

Menos de dois minutos após tomar posse, Maninho demitiu o secretário Municipal de Saúde, Marco Antônio da Silva. Ele anuncia o novo titular da pasta às 7 horas desta quarta-feira, quando fará uma visita ao Pronto-Socorro de Várzea Grande.

“Vou dedicar os dois meses do meu mandato de prefeito para tentar ao menos humanizar o atendimento do Pronto-Socorro, que é essencial para as pessoas mais simples”, argumenta Maninho, que é filho do ex-prefeito e conselheiro aposentado do Tribunal de Contas do Estado, Gonçalo Pedro Branco de Barros, e primo dos ex-governadores e atuais senador Jayme Campos (DEM) e deputado federal Júlio Campos (DEM)


Na seqüência, às 8h30, ele deixa o Pronto-Socorro Municipal e volta para o Paço Municipal Júlio Domingos Fiote de Campos, onde se reúne com o novo secretariado. “Alguns deles [da equipe de Zaeli] vão permanecer. Os que não forem convidados para a reunião é porque estão demitidos”, justifica o prefeito interino.

Dos 13 parlamentares, faltaram apenas os vereadores Wanderley Cerqueira (PSD), primeiro secretário, e Wilton Gusmão (PR), atual segundo secretário e vice-prefeito eleito na chapada de Walace Guimarães (PMDB). A partir de janeiro de 2013, Várzea Grande passa a contar com 21 vereadores.

O líder do Executivo na Câmara, vereador Edil Moreira da Costa (DEM), renunciou à liderança antes do início da sessão. Durante o mandato de Maninho, o líder será o vereador Charles Caetano Rosa (PR).

Com a renúncia de Maninho Pedroso, quem assume a Presidência da Câmara de Várzea Grande é o vereador Domingos Sávio de Barros (DEM), que está no terceiro mandato e não disputou a reeleição.

Maninho de Barros é o quarto prefeito de Várzea Grande no atual mandato, que se iniciou em janeiro de 2009. O primeiro foi Murilo Domingos (PR), cassado por improbidade administrativa. Depois, assumiu o então presidente da Câmara, vereador João Madureira (PR), por 48 dias.

O terceiro foi Tião da Zaeli, que desde o início do segundo mandato de Murilo se revezava com o titular, no comando da municipalidade. O quarto é Manin
ho, nascido em tradicional berço político varzea-grandense, prestes a exercer o quarto mandato no Legislativo da Cidade Industrial.  Fonte: Hipernotícias

Em carta a população Tião da Zaeli explica os motivos da renúncia


Ao decidir reunciar o cargo de prefeito de Várzea Grande, Tião da Zaeli, que vinha ocupando por decisão judicial desde agosto de 2011, divulga carta explicando os motivos dessa decisão.

Zaeli afirmou que a decisão de renunciar se deve à "instabilidade político-administrativa" que poderia se estabalecer na administração municipal, caso ele continuase no cargo. "Aportou na Câmara Municipal uma denúncia contra mim, ofertada pelo ex-procurador-geral deste município, dr. Antonio Carlos Kersting Roque, acusando-me de não ter me afastado das funções de administrador de minhas empresas. Esta denuncia é um campo fértil para os debates judiciais. E a Justiça é o foro competente onde posso provar a minha inocência", disse Zaeli.

"Entre ir à Justiça e defender o povo desta terra de mais uma instabilidade político-administrativa, optei por defender o povo e tomei a decisão de renunciar ao cargo de prefeito. Sou um homem simples e não tenho apego a cargo público", completou.

O procurador municipal, Marcos Avalone, protocolou, por volta de 18h30, no Legislativo, um ofício esclarecendo os motivos da renúncia.

O presidente da Câmara,  Maninho de Barros (PSD), confirmou a renúncia de Zaeli e anunciou que será realizada uma sessão extraordinária, nesta quarta-feira (31), para tornar pública a decisão do prefeito, com a leitura da carta-renúncia.

O próprio Maninho de Barros assumirá interinamente o comando da Prefeitura, até 31 de dezembro. Ele fará a transmissão do cargo ao prefeito eleito Wallace Guimarães (PMDB).

Zaeli era vice-prefeito de Murilo Domingos (PR), que teve o mandato cassado. Ele assumiu o comando do Executivo e, neste ano, se candidatou à reeleição, ficando em terceiro lugar.

Domingos, que foi reeleito em 2008, foi afastado do cargo em várias ocasiões, até ter o mandato cassado.
Zaeli assumiu a titularidade do cargo, definitivamente, em agosto de 2011.

Em 2011, o vereador João Madureira (PSC), então presidente da Câmara, administrou a Cidade Industrial durante dois meses.

Carta-renúncia de Tião da Zaeli

Leia a íntegra da carta divulgada por Tião da Zaeli, hoje à noite, explicando os motivos da renúncia

"Meus amigos, meus companheiros, secretários municipais, servidores e população de Várzea Grande, inicio minhas palavras fazendo aqui uma confissão. Neste momento quero revelar as horas difíceis e angustiantes que tenho vivido nestes 23 dias após as eleições municipais. 

Não pelo resultado das urnas, porque nestas, fui vitorioso e recebi o voto de confiança de mais de 40 mil varzeagrandenses. Mas, sim, pela instabilidade política e administrativa que se avizinha caso eu continue no cargo de prefeito municipal. 

Aportou na Câmara Municipal uma denuncia contra mim ofertada pelo ex-Procurador Geral deste município Dr. Antonio Carlos Kersting Roque acusando-me de não ter me afastado das funções de administrador de minhas empresas. 

Esta denuncia é um campo fértil para os debates judiciais. E a justiça é o foro competente onde posso provar a minha inocência. 

Entre ir à Justiça e defender o povo desta terra de mais uma instabilidade político- administrativa optei por defender o povo e tomei a decisão de RENUNCIAR ao cargo de Prefeito. Sou um homem simples e não tenho apego a cargo público.

Sou um homem desprendido de vaidades pessoais aliado ao fato ter sempre norteado a minha vida pelos princípios da honestidade e moralidade. E assim é que RENUNCIO ao cargo de Prefeito Municipal em benefício do povo de Várzea Grande.

À frente da prefeitura tive por objetivo dar uma vida mais digna para os que aqui vivem. Dediquei dia após dia e durante todo este tempo abneguei as minhas próprias vontades e necessidades, inclusive minha saúde, para colocar a prefeitura em ordem e o município na trilha do desenvolvimento.

Dediquei o meu tempo a cuidar do povo, a lutar por ele e disso não me arrependo. Minha vontade era ficar até o final em reconhecimento a todo carinho, dedicação e confiança que cada um do povo a mim depositou. 

Despeço-me de todos com a certeza do dever cumprido, pois trabalhei pelo bem do povo desde o primeiro dia do meu mandato.

Reconheço que é impossível fazer tudo que almejava, mas sei que dei o melhor de mim para cumprir com o compromisso para com o povo e minorar seu sofrimento.

Agradeço a todos pela colaboração recebida, e pelo profícuo trabalho realizado em prol de Várzea Grande, cidade pela qual tenho profundo RESPEITO.

Certo da compreensão, agradeço de todo coração aos gestos de carinho e confiança que recebi do povo que me acolheu como filho.

Várzea Grande/MT, 30 de Outubro de 2012.

Sebastião dos Reis Gonçalves
Prefeito Municipal de Várzea Grande

Tião da Zaeli renuncia mandato de Prefeito de Várzea Grande


Tião da Zaeli renuncia mandato de prefeito de Várzea Grande - O prefeito de Várzea Grande, Sebastião dos Reis Gonçalves, o "Tião da Zaeli" (PSD), acaba de renunciar oficialmente o mandato há exatamente dois meses e dois dias de concluir administração. O procurador geral do município, Marcos Avalone, protocolou às 18h30min o ofício explicando os motivos da renúncia no Legislativo que ainda não foram revelados.

O presidente da Câmara de Vereadores, vereador Maninho de Barros (PSD), confirmou a renúncia de "Tião da Zaeli", que se encontrou com secretários à tarde para explicar os motivos da cidade. Ele disse que provavelmente hoje ou amanhã haverá uma sessão extraordinária para leitura da carta de renúncia.

Com a saída de "Tião da Zaeli" do paço Couto Magalhães, assumirá como prefeito até 31 de dezembro o vereador Maninho de Barros. "Respeito a posição do prefeito em deixar o cargo e vamos analisar o melhor caminho para que demos continuidade aos trabalhos e preparemos a cidade para que o prefeito eleito Walace Guimarães (PMDB) assuma no dia 1º de janeiro", explicou.

Segundo Maninho de Barros, o fato de uma denúncia de cassação do mandato feita pelo ex-procurador Antônio Roque não influenciou na decisão do prefeito. O advogado alegou que "Tião da Zaeli" assumiu em 2009 como vice-prefeito de Murilo Domingos (PR) de forma ilegal, pois não havia se afastado das suas empresas particulares.

Já com discurso de prefeito, Maninho de Barros disse que a prioridade nos dois próximos meses será amenizar o caos na saúde. Ele também garantiu que os salários serão mantidos em dia.
Se fosse cassado pelos parlamentares, "Tião da Zaeli" ficaria inelegível por oito anos por conta da Lei da Ficha Limpa. Ele tem intenções de disputar uma cadeira na Assembleia Legislativa ou Câmara Federal, em 2014.

Quatro prefeitos
Os últimos quatro anos foram de extrema turbulência política em Várzea Grande. O prefeito reeleito Murilo Domingos foi afastado por várias vezes e acabou sendo cassado.

Já o vice-prefeito "Tião da Zaeli" assumiu em definitivo em agosto de 2011. Agora, ele renuncia após não conseguir reeleito em outubro.

O vereador João Madureira (PSC), que era presidente da Câmara no ano passado, administrou a cidade por quase 40 dias. Com a posse de Maninho de Barros, a cidade terá o quarto prefeito em quatro anos.

Fonte: O Documento

Assembleia Legislativa reune para debater MT Saúde e Walace não comparece

 Prefeito eleito em Rondonópolis, Percival Muniz, participa da sessão e Walace Guimarães falta

A sessão da Assembleia Legislativa desta quarta (10) foi pautada por discussões acerca do projeto de lei complementar que prevê um novo modelo para atender o plano MT Saúde. O deputado Emanuel Pinheiro (PR) propôs que os parlamentares se reunissem no Colégio de Líderes, para questionar a situação. “O MT Saúde está morrendo”, argumentou.

   Já o deputado e prefeito eleito de Rondonópolis, no último dia 7, Percival Muniz (PPS), disparou que o governador Silval Barbosa (PMDB) há tempos vêm empurrando o problema “com a barriga”. De maneira polêmica, Percival comparou o Governo com um navio sem comandante. “Eu não quero o governador saindo pelos fundos, porque ele não está fazendo nada! A segurança pública não está funcionando, muito menos a saúde, e ele me manda um projeto que não vai resolver a situação”.

    Em seguida, Percival argumentou que sua primeira medida frente, à Prefeitura de Rondonópolis, será cortar o número de secretarias de 25 para 4. Segundo o deputado, Silval deve ter coragem para fazer o mesmo com o Estado. “Ele tem que reduzir as mil para 400, senão não vamos conseguir nem mesmo pagar os salários daqui um tempo”.

   Já o presidente da Assembleia, José Riva (PSD), concordou com alguns pontos expostos pelo socialista, mas “bateu o pé” e alegou que o projeto de lei resolve o problema do MT Saúde. O social-democrata aproveitou o momento para dar um “puxão de orelha” nos colegas deputados, com relação às faltas e ainda exigiu que seus assessores façam um projeto de resolução a ser apresentado na próxima sessão, para que a presença de todos seja computada no momento da ordem do dia, de forma nominal.

   Quem não estiver presente, de acordo com o deputado, terá o dia descontado no salário. De forma enfática, Riva argumentou que todos têm por obrigação de participar dos trabalhos. “Estamos falando de 50 mil vidas e eu tenho que pedir pelo amor de Deus para ter quórum nas sessões da Assembleia? É inadmissível os deputados não estarem presentes nas sessões”, esbravejou.

   O projeto de lei complementar foi encaminhado pelo governador Silval Barbosa (PMDB), para ser apreciado em regime de urgência em meados do mês passado e irá beneficiar servidores que estejam em atividade, aposentados, titulares de cargos efetivos, bem como militares e empregados públicos. A proposta vinha sendo debatida desde o primeiro semestre, quando a empresa São Francisco assumiu emergencialmente a administração do MT Saúde.

   Além de Riva e Percival, dos 24 deputados, apenas 10 estavam presentes, sendo eles, Ademir Brunetto (PT), Pedro Satélite (PPS), Emanuel Pinheiro (PR), J. Barreto (PR), Sebastião Rezende (PR), Ezequiel Fonseca (PP) Luiz Marinho (PTB), Dilmar Dal Bosco (DEM) e Wagner Ramos (PR). Para haver quórum é necessário a presença de 13, pelo menos. Fonte: RD News

Ministério Público requereu bloqueio de contas do Estado de MT para repassar a Saúde

Pronto Socorro Municipal de Várzea Grande(MT)

 Governo repassa R$ 21.150,000,00 para Assembleia Legislativa e pagamento de publicidade mais recusa pagar débito com a Saúde de Várzea Grande e Cuiabá.

A crise na saúde em Várzea Grande e Cuiabá parece não sensibilizar o governador do Estado de Mato Grosso, Silval Barbosa(PMDB), que insistes em não repassar o dinheiro que deve aos dois municípios.

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso, por meio da Promotoria de Justiça da Cidadania de Cuiabá, requereu nesta quarta-feira o bloqueio de 12,3 milhões da conta única do Estado. A medida visa garantir a efetivação do repasse imediato das verbas em atraso na área da saúde aos municípios de Cuiabá e Várzea Grande. Junto ao requerimento, foram anexadas as certidões que comprovam que o prazo concedido ao Estado na decisão judicial para o pagamento das verbas em atraso venceu nesta terça-feira (09.10). 

De acordo com o promotor de Justiça Alexandre de Matos Guedes, somente ao município de Cuiabá o Estado deve o montante de R$ 9.843.494,52. Em Várzea Grande, o valor da dívida relativos aos serviços de urgência e emergência é de R$ 2,5 milhões. As informações foram repassadas ao Ministério Público pelos dois municípios nesta quarta-feira. 

Para demonstrar que o Estado de Mato Grosso dispõe de recursos financeiros, no requerimento enviado ao juiz de Direito da Vara Especializada de Ação Civil Pública e Ação Popular o Ministério Público anexou cópias de publicações divulgadas no Diário Oficial referente a repasses efetuados à Assembleia Legislativa para reforma do prédio do Poder Legislativo, publicidade institucional e manutenção de serviços administrativos, nos valores de R$ 21.150,000,00, no dia 04 de outubro, e de R$ 13 milhões, em 19 de junho. 

“O que mais chama a atenção é que o repasse, conforme se verifica do decreto orçamentário 411/2012, se deu por excesso de arrecadação, não havendo portanto a crise financeira que se anuncia publicamente. Portanto, denota-se que a saúde não é prioridade governamental, eis que dispondo de recursos livres, o Estado optou por não cumprir suas responsabilidades para com o SUS, já que existe decisão política de não pagamentos das despesas atinentes a esse serviço público essencial”, acrescentou ressaltou o promotor de Justiça. Fonte: O Documento

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso, por meio da Promotoria de Justiça da Cidadania de Cuiabá, requereu nesta quarta-feira o bloqueio de 12,3 milhões da conta única do Estado. A medida visa garantir a efetivação do repasse imediato das verbas em atraso na área da saúde aos municípios de Cuiabá e Várzea Grande. Junto ao requerimento, foram anexadas as certidões que comprovam que o prazo concedido ao Estado na decisão judicial para o pagamento das verbas em atraso venceu nesta terça-feira (09.10). De acordo com o promotor de Justiça Alexandre de Matos Guedes, somente ao município de Cuiabá o Estado deve o montante de R$ 9.843.494,52. Em Várzea Grande, o valor da dívida relativos aos serviços de urgência e emergência é de R$ 2,5 milhões. As informações foram repassadas ao Ministério Público pelos dois municípios nesta quarta-feira. Para demonstrar que o Estado de Mato Grosso dispõe de recursos financeiros, no requerimento enviado ao juiz de Direito da Vara Especializada de Ação Civil Pública e Ação Popular o Ministério Público anexou cópias de publicações divulgadas no Diário Oficial referente a repasses efetuados à Assembleia Legislativa para reforma do prédio do Poder Legislativo, publicidade institucional e manutenção de serviços administrativos, nos valores de R$ 21.150,000,00, no dia 04 de outubro, e de R$ 13 milhões, em 19 de junho. “O que mais chama a atenção é que o repasse, conforme se verifica do decreto orçamentário 411/2012, se deu por excesso de arrecadação, não havendo portanto a crise financeira que se anuncia publicamente. Portanto, denota-se que a saúde não é prioridade governamental, eis que dispondo de recursos livres, o Estado optou por não cumprir suas responsabilidades para com o SUS, já que existe decisão política de não pagamentos das despesas atinentes a esse serviço público essencial”, acrescentou ressaltou o promotor de Justiça.

Lucimar Campos chora e deseja mudar para Cuiabá



Eleições 2012 em Várzea Grande MT - Minutos após perder as eleições para prefeito de Várzea Grande, Lucimar Campos (DEM) foi vista chorando e se lamentando do resultado na Drograria Rosário. Numa ligação ela teria dito que o povo várzea-grandense é ingrato. Inconformada, também teria confidenciado ter dito ao marido Jayme Campos (DEM) que deveriam se mudar para a Capital. Lucimar, por sua vez, nega que tenha saído de dentro de casa. O choque da democrata com o resultado das urnas parece ter sido maior devido ao fato de todas as pesquisas de intenção de voto, do início ao fim do período eleitoral, terem indicado ela como vencedora.Fonte: RD News

Secretariado de Walace será formado por pessoas que o ajudaram ganhar a eleição



Eleições 2012 em Várzea Grande MT - O prefeito eleito de Várzea Grande, Walace Guimarães (PMDB), já adiantou que mudanças podem ser aguardadas no quadro de secretariado. Durante a comemoração da vitória neste domingo (7), mesmo mantendo mistério sobre os nomes que estarão à frente das pastas da Prefeitura, o peemedebista deu a deixa: “quem ajuda a ganhar, ajuda a administrar”.



Se o critério for esse, a Secretaria de Comunicação deve ficar com Elisangela Neponuceno do site Vgnews, que deu todo suporte ao prefeito eleito durante a campanha.

Ao contrário do que previam diversas pesquisas divulgadas no fim da campanha política, Walace foi eleito com 47.338 votos, que somaram 35,14%. Na cidade industrial foram espalhadas 480 urnas para que 145.913 eleitores comparecessem para votar. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) contabilizou 4.592 votos brancos e 6.594 votos nulos.

A corrida pela cadeira principal do Paço Couto Magalhães foi acirrada em toda a apuração. Walace e Lucimar Campos (DEM) disputaram voto a voto, terminando a contagem com uma diferença de 3.052 votos. A democrata ficou em segundo lugar, com 44.286 votos, que representam 32,87% do total. Tião da Zaeli (PSD) conseguiu 41.272 votos, percentagem de 30,63%. O candidato Milton Dantas Oliveira, o Miltão (Psol) garantiu 1.831 votos, somando 1,36% do total. Já Edson Ribeiro (PPL) teve sua candidatura indeferida.

Prefeito Zaeli garante transição tranquila para Walace e afirma que prefeitura tem cerca de R$ 500 milhões em projetos

Eleições 2012 em Várzea Grande MT -  Pouco depois da apuração dos votos na cidade de Várzea Grande, o prefeito de Várzea Grande, Sebastião dos Reis Gonçalves (PSD), o "Tião da Zaeli", que recebeu 41.168 votos e ficou em terceiro lugar, disse que respeita a decisão popular. "Zaeli" que conseguiu reverter os altos índices de rejeição do início da campanha eleitoral, colocou que fez uma campanha propositiva, sem ataques aos adversários.

"Fizemos uma campanha de alto nível, falando a verdade para a população. Talvez, se vendêssemos ilusões o resultado seria diferente, mas não era esta forma de fazer política que queríamos", avaliou o prefeito.

O social-democrata parabenizou o prefeito eleito, Walace Guimarães (PMDB), e garantiu que a transição será tranquila na Cidade Industrial. "Será uma transição jamais vista, de forma cordial, sem nenhum revanchismo", assegurou.

O prefeito colocou que, a partir desta segunda-feira, já começa a trabalhar para deixar a prefeitura em melhores condições para o futuro gestor. Ele citou que o alinhamento proposto por Walace na campanha poderá render frutos logo no início desta gestão. "A prefeitura já tem R$ 500 milhões em projetos para serem enviados ao Governo Federal. Este alinhamento político pode trazer estes recursos para melhorar a vida da população", destacou.

Sobre o futuro, "Zaeli" deu a entender que permanecerá na política. "Quero continuar contribuindo com a população de Várzea Grande. Continuarei com minhas empresas na cidade e ainda quero colaborar com ela", frisou.  Fonte: O Documento

Relação dos candidatos a vereador de Várzea Grande com a votação recebida



O Folha de Várzea Grande apresenta a relação completa de todos os candidatos a vereador e sua respectiva votação nas eleições 2012 na cidade de Várzea Grande - MT.

Fonte: G1

DR. WALDIR · PMDB · eleito 1,97% 2.681
CHICO CURVO · PSD · eleito 1,93% 2.626
KALIL BARACAT · PMDB · eleito 1,92% 2.613
MANINHO DE BARROS · PSD · eleito 1,87% 2.553
PEDRINHO · PSD · eleito 1,84% 2.506
JANIO CALISTRO · PMDB · eleito 1,77% 2.405
WANDERLEY CERQUEIRA · PSD · eleito 1,75% 2.387
CORONEL TABORELLI · PV · eleito 1,61% 2.193
DR MARCOS BORO · PSD 1,56% 2.128
ISABELA GUIMARAES · PSD 1,55% 2.109
JOAQUIM ANTUNES · PMDB · eleito 1,53% 2.081
MADUREIRA · PSC · eleito 1,41% 1.916
FERRINHO · PRB · eleito 1,31% 1.791
CARDOSO, IRMÃO CARDOSO · PSD 1,31% 1.787
MIGUEL BARACAT · PT · eleito 1,30% 1.775
HILTON GUSMAO · PV · eleito 1,26% 1.719
SUMAIA · PRB · eleito 1,26% 1.714
GISA BARROS · PRB 1,20% 1.641
PROF. FABIO SAAD · PTC · eleito 1,19% 1.620
MARCELO COSTA DO POSTAO · PRP 1,13% 1.544
CHARLES · PR 1,09% 1.484
ALCIDES DELGADO · PRB 1,07% 1.455
PROFESSORA EUCARIS · PRP 1,02% 1.389
MAMÃO · PMDB 1,01% 1.374
NANA · DEM · eleito 1,01% 1.371
NILO CAMPOS · PV 0,99% 1.345
CARLINO NETO · PMDB 0,96% 1.314
JAJAH NEVES · PRTB 0,96% 1.307
GORDO GOIANO · PTB · eleito 0,95% 1.289
DAVI DOS ANJOS · PSC 0,94% 1.280
JOÃOZITO · DEM · eleito 0,94% 1.278
MOACIR RODRIGUES · PV 0,82% 1.118
LEONARDO MAYER · DEM · eleito 0,81% 1.097
MIRIAM PINHEIRO · PHS · eleito 0,79% 1.070
PADRE CRISTIAN · PDT 0,78% 1.059
EDGAR · PSC 0,78% 1.056
NELSON MENDES · PV 0,76% 1.038
JUCA MARIA · PSB 0,72% 976
SARDINHA · PTB 0,72% 975
CARLOS GARCIA · PTC 0,70% 952
MISSIONARIO BRITO · PV 0,66% 897
JOSE CARLOS · DEM 0,65% 890
PROFESSOR VITAMINA · PRP 0,65% 884
JAIMINHO · PMDB 0,61% 834
IZAIAS · PSDB 0,61% 829
PROF. CHIQUINHO PACHECO · PTC 0,60% 817
CARLOS ZATTAR · PSC 0,60% 812
MOISES SALVADOR · PV 0,59% 803
IVAN DO PT · PT · eleito 0,55% 748
MATEUS MAGALHAÊS · DEM 0,54% 742
GILSON VIDA SERENA · PTC 0,52% 706
PROFª GONÇALINA RONDON · PTC 0,51% 700
JOACY RODRIGUES · PV 0,51% 698
NIVALDO FERNANDES · PP 0,51% 695
PROFª DORA · PMDB 0,49% 673
EDMILSON PIRANHA · PMDB 0,49% 672
ZAIR FERRAZ · PRB 0,49% 671
RONI DO SACOLÃO · PT 0,48% 653
ALESSANDRO DO CORREIO · PMDB 0,48% 648
GUILHERME FRATUCHELLI · PV 0,47% 643
MILVAN · PSD 0,47% 643
REGINALDO COSTA · PTC 0,46% 632
DELCI JUNIOR · DEM 0,46% 629
TIM TIM METELO · PTB 0,46% 624
JONAS · PT 0,44% 605
SILVA SANTOS · PRB 0,44% 603
JULIANE BONFIM · PSC 0,43% 587
LINDOMAR · PHS 0,41% 558
IRMA EVA DE PAULO · PTC 0,40% 546
ZARZENON · PSC 0,39% 535
MORAIS · PSDB 0,39% 535
CIDA CORTEZ · PT 0,39% 534
ELIEZER LOURENÇO · PHS 0,39% 526
JOVENIL · PRB 0,39% 526
PROF. JOÃO LÁZARO · PMDB 0,38% 523
PRETOLA CARACA · PV 0,37% 506
CABO FERRAZ NETO · PTB 0,37% 501
RENATO · PSDC 0,36% 488
ISMAEL GUIMARÃES DE BARROS · PRB 0,35% 482
RENAN MARQUES · PSDB 0,34% 463
GILBERTO BENTO · PTB 0,33% 453
JOERMES · PRB 0,33% 447
JUAREZ DA GLOBAL · PMN 0,33% 446
EDINA ARAUJO DO VG NOTICIAS · PRP 0,33% 443
PROFESSOR JOSÉ GONÇALO · DEM 0,32% 441
CRISTIANO COSTA · PSC 0,32% 437
PROF. ZÉ MENDES · PT 0,31% 428
DAVI DE PAULA · PT 0,31% 427
CIDOMAR ARRUDA · PP 0,31% 422
FABINHO DO CAMELO · PTB 0,30% 412
PREGADOR MARCOS · PSD 0,30% 408
MINGAU · PP 0,29% 400
MERO · PV 0,29% 397
JOÃO DO KARATÊ · PT 0,29% 394
PROFESSOR JOSE LUIS · PV 0,28% 380
LUZNAYARA CAMARGO · PTC 0,28% 376
NETO · PRP 0,28% 375
CLEONICE · PSD 0,27% 371
PROF. SALGADINHO · PP 0,27% 364
ZANITE NASSARDEN · PSDB 0,25% 347
MARCAO PEDREIRO · PT 0,25% 341
ALTAIR DA SAUDE · PTC 0,25% 340
VERGILIO DE ARRUDA · PRP 0,25% 339
ELIANE PARA VALER · PSC 0,25% 334
GIGI DO BÚFALO · PSD 0,24% 327
MARIA FOGAÇA · PTC 0,24% 326
PROFª EUNICE · PHS 0,24% 326
BOIADEIRO · PRTB 0,24% 322
ALEXANDRE CACHORRÃO · DEM 0,24% 322
VALDECY · PSDB 0,23% 317
BIRA · PHS 0,23% 316
DONA ROSA · DEM 0,22% 304
GONCALINA AGENTE DE SAUDE · PSB 0,22% 301
JOÃO ORELHA · PRB 0,21% 290
JOJO · PP 0,21% 287
TOTI · PSL 0,20% 274
RAIMUNDO JUNIOR · PSL 0,20% 272
CESAR PANELÃO · PMDB 0,19% 259
ZELAO CAMPOS · PTC 0,19% 257
IVAN DE AQUINO · PSL 0,19% 255
RENATINHA BARROS · PV 0,19% 253
DORINHO RONDON · PPS 0,18% 249
TIZIL · PRP 0,18% 245
ZE SOARES · PV 0,18% 244
ALTEMIR JUSTINO · PRP 0,18% 243
PROFESSOR WILTON · PT 0,18% 243
MANOEL CAMPOS DO LAVA JATO · PTB 0,18% 242
JULIO CESAR · PSD 0,17% 235
GERALDO MATOS · PT 0,17% 234
HOLTON COWBOY · PSD 0,17% 231
J. LEAL · PSC 0,17% 231
EDUARDO MARQUES · PHS 0,17% 229
POCONÉ · PHS 0,17% 225
PROF. PERU · PMDB 0,16% 222
JOAO BOSCO SPIA · PSB 0,16% 217
NEY ADAUTO · PMDB 0,16% 217
PROF ELICIO SANTOS · PRP 0,16% 215
TIANO · PMN 0,16% 214
DARCY VIEIRA · PMDB 0,16% 212
EUNICE · PT 0,15% 211
OSCAR · PV 0,15% 209
LAIZA FABRICIA · PV 0,15% 209
MICINHO · PTB 0,15% 209
PROFESSOR JEREMIAS · PV 0,15% 208
ROBERTO CRANIO · PV 0,15% 206
RENAN MARTINS · PTN 0,15% 204
PROF PAULO JUNIOR · PSB 0,15% 198
NEGO BOTELHO · DEM 0,14% 195
JOÃO FORTES · PHS 0,14% 193
ANA CLÉSIA · PT 0,14% 193
AUBECI DAVI · PSC 0,14% 191
LENILDO MUITO PRAZER · PSB 0,14% 190
EDSON FREIRE · PV 0,14% 190
NITAE MENDES · PSDB 0,14% 189
LUIZ ARRUDA · DEM 0,14% 185
GAGUINHO CHAVEIRO · PDT 0,13% 176
JONSHON · PMN 0,13% 176
PROFª TANIA · PTC 0,13% 175
MARCINEI BARROS · PT 0,12% 170
PROFESSORA RAQUEL · PV 0,12% 168
SILVIO TUCA · PTB 0,12% 166
MAIKE · PRB 0,12% 164
BRANCO MONTEIRO · PT do B 0,12% 163
ADEGILDO MARTINS PARANÁ · PSL 0,12% 160
MARIO CEZAR · PPS 0,12% 159
NELSÃO PEREIRA · PHS 0,12% 159
LAURINDO DA GUARDA · PC do B 0,12% 158
ERO DA SAUDE · PTC 0,12% 157
PROFESSOR MIRANDA · PRTB 0,11% 156
CARLOS ALBERTO PANTALEAO · PRP 0,11% 153
ABERIDES · PT 0,11% 150
JONILSON VIANA (TITO) · PSDB 0,11% 149
NAGIB · PC do B 0,11% 147
ODENIR CAETANO · PDT 0,11% 147
PROFESSOR LOBATO · PSB 0,11% 145
OTACILIO · PV 0,10% 139
PASTOR MARCOS · PTC 0,10% 138
PROFESSORA SUELI · DEM 0,10% 138
JORGINHO MUSSA · DEM 0,10% 137
TATUZINHO · PHS 0,10% 136
PROFª ELIZETE · PT 0,10% 135
CASTELO · PC do B 0,10% 135
RENAM · PV 0,10% 135
CRISPIM · PT 0,10% 132
PROFESSORA ANA ANGELA · PV 0,10% 131
DILEUSA DO POTIGUAR · PDT 0,09% 128
ORLANDO JUNIOR · PMN 0,09% 126
DOMINGUINHO · PPL 0,09% 125
FRANK SABIA · PSB 0,09% 123
CARLOS SANTOS · PV 0,09% 123
SIDNEI PEZAO · PTC 0,09% 122
VALQUIRIA · PSDC 0,09% 121
LUIZ AMORIM · DEM 0,09% 121
MANOEL RODRIGUES · PV 0,09% 118
WOLNEY PAULO HOLLYWOOD · PPS 0,09% 117
PROFESSORA MARIA LUCIA · PSDC 0,09% 117
JOSENIL RODRIGUES · PPS 0,08% 114
GENILDA · PSDC 0,08% 112
DR ZELITO RIBEIRO · PSB 0,08% 111
MONIR CURVO · PTB 0,08% 110
SANTANA DO PÃO · PDT 0,08% 110
MARCILENE MORAES · PRTB 0,08% 107
JUCILENE · PRB 0,08% 105
PASTOR MARCELO · PTB 0,08% 104
JOVELINO NUNES CORUJINHA · PSB 0,08% 104
TOSTAO · PRP 0,08% 103
ANTONIO CARLOS PICO · PR 0,07% 99
PROFESSORA LUCILA · DEM 0,07% 99
JULIO GONÇALVES · PTB 0,07% 97
PROFESSORA ELIESE · PSD 0,07% 92
DILSAO MAO AMIGA · PTC 0,07% 92
ROCHINHA · PTN 0,07% 91
TONINHO DO DEM · DEM 0,07% 90
EMERSON JAPONES · PTC 0,07% 89
MAYA LIMA · PT 0,06% 88
GILSON CARÉCA · PSDB 0,06% 88
PRISCILLA FERNANDES · PV 0,06% 87
SILAS RAMOS · PTC 0,06% 84
CIDA · PSB 0,06% 81
OSENIR SILVEIRA · PPS 0,06% 80
MAGALI DA ORELHINHA · PTC 0,06% 80
ADEMIR FUZA · PTB 0,06% 80
NEUZA · PTB 0,06% 79
ROBERTINHO · PP 0,06% 78
RICARDO BATISTA · PC do B 0,06% 78
FABIO BRITO · PRB 0,06% 77
DANIEL DO CD · PSB 0,06% 76
SAULO · PT 0,06% 75
BENE · PC do B 0,06% 75
MÁXIMO · PDT 0,06% 75
GERVÁZIO RONDON · PSL 0,05% 74
FERNANDO PEDROSO · PSB 0,05% 73
BALEIÃO · PRB 0,05% 72
PROFESSORA CIDA · PSDC 0,05% 72
PASTORA CLAUDETE · PDT 0,05% 71
MERICA · PP 0,05% 70
VANUZA CABELEIREIRA · PSB 0,05% 69
ANA POMPEO · PDT 0,05% 69
IOLANDA DO SETE DE MAIO · PMN 0,05% 69
XULA DO GRILO · PRTB 0,05% 66
DARLA · PC do B 0,05% 64
EURIPEDES · PSOL 0,05% 63
JOSEFA · PMN 0,05% 63
PROF. BENEBOY · PRB 0,04% 60
PROF. SOARES · PSB 0,04% 59
SONIA MARIA · PSC 0,04% 58
LUZIA SILVA · PDT 0,04% 56
PASTOR WILLIAM NETO · PTB 0,04% 56
JOVELINA COSTA · PT 0,04% 56
LUCIA CAMPOS · PSDB 0,04% 56
PASTORA KATIA · PT 0,04% 53
ARIANA CORTEZ · PSDC 0,04% 53
JOÃO BOSCO · PTB 0,04% 52
RUTE FERREIRA · PT 0,04% 51
ANTONIO CANDIDO · PRP 0,04% 50
BALBINO · PSOL 0,04% 49
LIDIA DA MOTINHA · PV 0,04% 48
ELIANE ADNAIR · PSDC 0,04% 48
IVO LOPES · PRB 0,03% 47
PLOC · PC do B 0,03% 47
JOAQUIM RAMOS · PPL 0,03% 46
JORACIL · DEM 0,03% 45
NANCY GOMES · PMN 0,03% 45
DENNIS BARRETO · PSDB 0,03% 45
JONES SOM · DEM 0,03% 45
ELIZEU VIEIRA · PRP 0,03% 44
VANESSA · PPL 0,03% 44
PROFESSORA ANA BEZERRA · DEM 0,03% 44
SERGIO COELHO · PDT 0,03% 44
JULIANO MARQUES · PRTB 0,03% 43
JAQUELINE · DEM 0,03% 42
JUNIOR NUNES · PRB 0,03% 42
PROFESSOR PAULO MARIANO · PPL 0,03% 41
CARLÃO FILHO DO ROBERTÃO · PPL 0,03% 41
LEO DO MOTO TAXI · PSDC 0,03% 41
SUELI ROSA · PV 0,03% 41
ROBERTINHO CATADOR · PSC 0,03% 40
CARLINHOS DAMIAN · PRP 0,03% 40
PROFª ABADIA · PT 0,03% 39
PAULA · PSB 0,03% 38
LUIZ ANTONIO · PSDC 0,03% 38
IVANE GRIGGI · PSDC 0,03% 37
SALVADOR · PMDB 0,03% 37
KATIA CELINA · PRP 0,03% 37
DARCI · PSOL 0,03% 36
DONA ROSINHA · PRB 0,02% 34
LOURIVAL · PRB 0,02% 34
SOLANGE GODOY · PRP 0,02% 33
JB · PSOL 0,02% 33
FABIO ALMEIDA · PSB 0,02% 33
HILTON ROSA · PMN 0,02% 32
HUMBERTO BARBOSA · PSDC 0,02% 29
DJALMA JUNIOR · PSB 0,02% 27
MICHELLE ARRUDA · PV 0,02% 24
ELIZETH JACOBINA · PRB 0,02% 22
ARILDO RODRIGUES · PDT 0,02% 21
PYRILLA MARIA · PMDB 0,02% 21
GINA · PSD 0,01% 20
MIGUEL BORGES · PTC 0,01% 20
CARLÃO DA COHAB · PTC 0,01% 19
JULIETE · PRB 0,01% 19
EDUARDO VITALINO BARBOSA · PRTB 0,01% 18
SEVERO · PTC 0,01% 17
ANDERSON SILVA · PRTB 0,01% 15
CABO LILIAN · PHS 0,01% 15
CARIOCA · PSOL 0,01% 14
SD ANGELA · PSDC 0,01% 14
CRISTIANE NAZARETH · PPS 0,01% 13
LUZIA SILVESTRE · PRTB 0,01% 12
MARIA APARECIDA · PSDC 0,01% 9
JOSÉ VIDAL · PTB 0,01% 9
JORNALISTA NASCIMENTO · PSL 0,01% 8
IRMÃO ZÉ MARCOS · PSOL 0,00% 6
CLEAN MIRANDA · PTC 0,00% 5
LEONTINA · PV 0,00% 4
KELLY ENCISO · PRB 0,00% 4
ANA KAROLINA · PSC 0,00% 4
PINGO · PSDC 0,00% 4
MARIA FÁTIMA · PSL 0,00% 2
NAZARÉ LAURENTINO · PSDB 0,00% 2
DORA · PSDB 0,00% 1
IRACEMA · PRB 0,00% 1
BRUNA DANIELLY · PSC 0,00% 1
MARCIA MAGALHAES · PTN 0,00% 1
JAIRO ALT · PPL 0,00% 1
MARLENE · PSL 0,00% 1
TONINHO DO GLORIA · PV 0,00% 0
MÁRCIA DA LUZ · PSOL 0,00% 0
DERSON DOS SANTOS · PPL 0,00% 0
ALENIR DO DEM · DEM 0,00% 0
ELIZANGELA SANTOS · PSC 0,00% 0
RUTHE XAVIER · PSOL 0,00% 0
SÉRGIO BRASIL · PSDC 0,00% 0
ALVARO ROCHA · DEM 0,00% 0
AMARILDO KITU · PR 0,00% 0
EULALIA FRATUCHELI · PV 0,00% 0