Tião afirma que está de malas prontas para sair do PR

Tião da Zaeli   

 O vice-prefeito afastado de Várzea Grande, Tião da Zaeli (PR), confirmou nesta quinta (10) que deixará o partido. Em entrevista ao programa Cidade Independente, da Rádio Cidade, ele declarou que, após ter seu afastamento aprovado por quatro vereadores da legenda, Antonio Cardoso de Andrade Neto, Charles Caetano Rosa, Domingos Sávio Pedroso de Barros e Wanderley Cerqueira, não existe mais clima para continuar na sigla. 

De olho nas eleições de 2012, alguns partidos já vinham sondando Tião, no entanto, ressaltou que a iniciativa partiu dele. “Não fui convidado por nenhum partido. Eu estou me oferecendo”, afirmou. Apesar da mudança de partido e do clima harmonioso com o prefeito tampão, João Madureira (PSC), que chegou a pedir sua permanência à frente da secretaria de Infraestrutura, ele garante que ainda não decidiu se disputará a prefeitura.

   “Na verdade, não deicidi minha política, tamanha a vergonha que estou vivendo hoje, mas seria um grande desafio para mim”, destacou. Ele também não esconde sua afinidade com o PMDB, com quem vem estreitando o diálogo para integrar o quadro, mas também foi sondado pelo PV e PP. Caso bata o martelo com os peemedebistas, ele terá que enfrentar uma disputa interna com o deputado estadual Wallace Guimarães se quiser concorrer ao pleito municipal.
  
Na última quinta (3), Tião e o também republicano, o prefeito Murilo Domingos, foram afastados de seus cargos pela Câmara Municipal, que instaurou uma Comissão Processante para apurar, em 180 dias, as irregularidades encontradas na prestação de contas referente ao exercício de 2009. Ao atribuir as responsabilidades a Murilo, o vice afastado, que assumiu o comando do município por sete vezes, revela que a única acusação que pesou contra ele foram referentes aos recursos do Fundeb, mas assegura que irá provar sua inocência.
Fonte: RDNews

Gostou? Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário