Madureira afirma que Prefeitura de VG tem cerca de 1.500 funcionários fantasmas, faxineira ganhando R$ 9 mil por mês

Há uma semana frente à chefia do Executivo municipal e o prefeito interino, João Madureira (PSC) parece já ter descoberto “falcatruas do arco da velha”. Um rombo de quase R$ 2 milhões por mês, cerca de 1,5 mil funcionários fantasmas, faxineira ganhando R$ 9 mil por mês e até motocicleta alugada por R$ 6 mil mensais. 

 Há uma semana frente à chefia do Executivo municipal e o prefeito interino, João Madureira (PSC) parece já ter descoberto “falcatruas do arco da velha”.

Demonstrando vontade de trabalhar, Madureira afirmou, em entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira (11.03), que em uma semana já economizou mais de R$ 1 milhão, está fazendo serviços de tapa-buracos, limpeza de meio fio e desentupimento de bocas de lobo - com materiais doados por empresas - pagou a Verba Indenizatória dos médicos, referente ao mês fevereiro, conseguiu um grupo gerador para pôr no Pronto-Socorro e comprou três filtros com seu próprio dinheiro também para o Pronto-Socorro.

Além disso, resolveu o problema da Guarda Municipal – que ameaçava retomar o movimento grevista – e está resolvendo o dos médicos, em greve há quase três meses. “Eu durmo da meia noite às quatro”, brincou o prefeito.

“A situação está feia, mas estamos investigando. Ninguém entra à noite na prefeitura de tantos fantasmas, temos que trazer uma benzedeira para espantar. Estamos levantando, junto ao Ministério Público, e vamos trazer à tona. Vamos saber de onde e para quem vai esse dinheiro. Só na Escola Oscar Ribeiro existem 17 pessoas na folha de pagamento, estão capando dinheiro”, disse Madureira.

Indagado quanto ao fato de as irregularidades estarem sendo cometidas há anos e só agora uma providência ter sido tomada, Madureira disse que as investigações demoram um, ou dois anos e agora chegou a hora, culminando com as 70 irregularidades das contas anuais de 2009 da prefeitura e as denúncias protocoladas na Câmara de Vereadores.

Já quanto aos “fantasmas” indicados pelos vereadores, ou eles mesmos, e seus filhos empregados na prefeitura, o prefeito disse que já exonerou seus três filhos e todas as outras pessoas que possuírem irregularidades também serão exoneradas. Madureira disse ainda que não sabia que o vereador Edil Moreira (DEM) está lotado no ISSQN há oito anos sem trabalhar, mas garantiu que irá apurar.

Em relação a já ter sofrido ameaça pelas atitudes tomadas ou palavras proferidas, o prefeito disse simplesmente que não tem medo da morte e do jeito que vai, volta. “Não podemos ter medo, temos que ter respeito. Não tenho medo de morrer e em ladrão é chumbo, é bala”, finalizou

Por Gabriela Galvão/VG Notícias

Gostou? Compartilhe:

Um comentário:

  1. Wow! Isso é muito interessante e útil. Especialmente para aqueles que realmente precisam de um emprego. Obrigado por compartilhar.

    ResponderExcluir