Ladrões fazem arrastão em Várzea Grande e roubam 7 motos em 8 horas

Criminosos promoveram um verdadeiro "arrastão" para roubar 7 motocicletas em menos de 8 horas em Várzea Grande. Somente em um ponto de mototáxi os ladrões levaram 3 motocicletas de uma vez só, depois de renderam 4 mototaxistas por volta das 3h30. O alvo foi a Mototaxi Rodoviária, localizado na área central. Uma das vítimas foi W., 25, que teve a moto YBR roubada, além do celular. Ele disse que no momento do "arrastão" haviam 4 profissionais no escritório, aguardando pelo chamado dos clientes. Um dos ladrões entrou com um revólver na mão e 2 ficaram do lado de fora. Depois que os 4 foram colocados em um banheiro o trio saiu pilotando as 2 motos, uma Fazer 250 e a YBR.

Os mototaxistas reclamam que têm sido as principais vítimas 
dos assaltantes durante o trabalho.

As vítimas reclamam que são alvos fáceis de criminosos. Uma delas teve a moto roubada pela segunda vez. Na semana que iria colocar rastreador na moto foi roubado. A expectativa é que os ladrões, que levaram os celulares dos mototaxistas ligassem para pedir o pagamento de resgate.Mas até o final da manhã não haviam sido contatados, o que aumenta a suspeita de que os roubos tenham como alvo o uso das motos para a prática de outros crimes ou mesmo para abastecer o mercado ilegal de peças.

Os profissionais se dizem discriminados pelos policiais, que os tratam como bandidos e chegam a apontar o pouco caso em investigar os roubos. Por atuarem diretamente nas ruas acabam expostos a ação de ladrões que se passam por clientes. É o caso de E.D., 20, que também teve a moto roubada, há cerca de um ano. Foi atender um chamado na noite e depois de deixar o suposto cliente em casa ele em vez de buscar o dinheiro para pagá-lo, voltou com um revólver. O mototaxista só não ficou sem a moto porque o pneu furou e acabou abandonada.

No bairro Mapim, uma casa foi invadida por volta das 19h30 e 2 homens encapuzados roubaram uma moto CG-150, vermelha. A dupla levou ainda o celular da vítima. No bairro Água Limpa, o alvo foi uma Factor, levada por 2 criminosos que atacaram a vítima na rua Poconé. Uma Titan foi roubada no Jardim Eldorado e abandonada parcialmente depenada. No Jardim Esmeralda, 4 adolescentes roubaram uma motoneta e foram presos em seguida. Um adolescente de 13 anos que participou do crime é apontado como líder do bando.

As estatísticas mostram que Várzea Grande lidera o número de roubos a motos na Grande Cuiabá. Nos meses de janeiro e fevereiro já foram 80 roubos de motos no município, contra 60 na Capital. Foram 19 furtos no município contra 80 em Cuiabá.

Fonte: Silvana Ribas/Gazeta Digital

Gostou? Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário