PT de Várzea Grande recorre contra reajuste na tarifa de água

O diretório do PT de Várzea Grande vai recorrer à Justiça contra o aumento da tarifa de água e esgoto no município. O presidente municipal da sigla, Lázaro Donizete, diz que a assessoria jurídica está estudando qual o melhor recurso e assim que o estudo estiver concluído o processo será iniciado. O decreto que aumenta em até 30% a tarifa foi assinado pelo prefeito em exercício Tião da Zaeli, no final de março, mas o novo valor entra em vigor no dia 1º de maio.

Donizete argumenta que Várzea Grande está recebendo recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) justamente para investir nessa área e não haveria motivos para penalizar o consumidor com aumento de tarifa. O petista frisa que a prefeitura usa como uma das justificativas para o reajuste a alta inadimplência no município no setor de água e esgoto. Para Donizete, inadimplência é questão de gestão e dessa forma deve ser resolvida.

O dirigente do PT admite que não tentou antes conversar com o prefeito sobre o assunto. Segundo ele, de nada adiantaria, uma vez que o decreto foi assinado sem ouvir a sociedade ou os partidos.

Outro lado - Conforme o prefeito em exercício disse quando assinou, o reajuste já estava previsto desde janeiro. Ele resolveu oficializar por ter convicção que isso vai ajudar na prestação do serviço. Tião da Zaeli também disse que o aumento era uma forma de se evitar a discussão da privatização do Departamento de Água e Esgoto (DAE).

Valéria Cristina Carvalho
Da Redação de A Gazeta


Gostou? Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário