Eleições em V. Grande: Maggi endurece discurso contra Jaime e reforça apoio a Murilo

Maggi endurece discurso contra Jaime e reforça apoio a Murilo


Demorou, mas acabou. A aliança do governador Blairo Maggi (PR), arrastada a duras penas desde 2002, envolta sempre sob a fumaça da desconfiança, com o senador Jaime Campos (DEM), passou do estremecimento para à beira do rompimento.

"Várzea Grande não pode continuar sendo uma ilha ou quintal de uma minoria. Durante todo esse tempo Várzea Grande viu outras cidades crescerem e se desenvolverem, enquanto ela própria ficou parada no tempo. Tudo isso por uma questão fundamental: a água", argumenta Maggi, num recado direto aos irmãos Jaime e Júlio Campos, em apoio declarado a Murilo Domingos.

Depois de ouvir críticas durante várias semanas, o governador decidiu reagir de forma contundente, com ênfase ao apoio para a candidatura à reeleição de Murilo Domingos. "Prova disso é que o município não tem grandes construções verticais, enquanto em Cuiabá elas são inúmeras", ataca ele.

Maggi deu mostras que confia definitivamente na reeleição de Murilo e que não precisa dos favores de Jayme Campos, no município.

"Ele (Jaime) está acostumado a comandar a política em Várzea Grande conforme seus interesses", protestou o governador.

Em todas as vezes que esteve ao lado de Murilo Domingos, Maggi sempre alfinetou os "métodos ultrapassados" que os Campos utilizam para fazer política em Várzea Grande. Mas, desta vez, saiu para o enfrentamento em campo aberto.

É provável que as pesquisas de opinião pública sobre tendência do eleitorado, que apontam Murilo na ascendente, tenham desestabilizado a coligação liderada pelo ex-governador Júlio Campos, que tem Jaime como mentor intelectual e executor.

As últimas pesquisas têm apontado vantagem para Murilo para a prefeitura de Várzea Grande. Há alguns institutos que aferem a importância do governador na virada do PR, na Cidade Industrial.




Fonte:www.24horasnews.com.br

Gostou? Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário