Júlio não quis participar do debate entre os candidatos a prefeito de VG


Júlio não "dá as caras" e Murilo se sente em casa



Nico Baracat e Murilo Domingos, em debate nesta 3ª à noite

O candidato Murilo Domingos (PR) se sentiu em casa no debate promovido nesta terça à noite no Várzea Grande Tênis Clube, sob organização de sua ex-secretária de Comunicação, Edna Araújo, proprietária do site e do jornal VG Notícias. Enquanto o prefeito foi recebido com festas, principalmente por cabos eleitorais, com direito até a trio-elétrico, o seu principal adversário, ex-governador Júlio Campos (DEM), não compareceu ao debate. Murilo "roubou" a cena junto com o seu adversário Nico Baracat, vice-prefeito que rompeu com o republicano e agora encara a disputa à sucessão municipal.

A organização pró-Murilo preparou banda, carro de som e até trio-elétrico. Murilo foi ovacionado pelas pessoas que estavam uniformizadas com a camiseta do PR e faziam festa em frente ao local do debate. Antes da chegada do republicano, Baracat fez sua aparição de forma discreta, cumprimentando apenas algumas autoridades.

Já Júlio, por meio de nota, questionou a idoneidade do evento. Lembrou que Edna, promotora do debate, tem ligações com o Murilo. Júlio ainda deixou claro que participaria de qualquer outro encontro e culpou também a alteração forçada que teve que fazer na gravação dos seus programas direcionados ao horário político, além de sua agenda lotada.

No encontro, os dois candidatos se propuseram a responder assuntos sobre educação, segurança e infra-estrutura e a apresentar propostas. Enquanto uma multidão do lado de fora assistia o debate por meio de telões instalados na avenida Castelo Branco, poucas pessoas puderam fazer perguntas direcionadas aos candidatos. Apesar dos protestos que surgiam com cada pergunta e resposta, o mediador, jornalista José Cidalino Carrara, conseguiu conduzir o evento sem muitos questionamentos acerca das regras e do tempo destinado a cada concorrente ao pleito.

Confronto

Em alguns momentos, o clima ficou tenso. Baracat criticou, por exemplo, o prefeito por ter defendido em campanha independência administrativa dos Campos mas, na prática, acabou trazendo para o governo aliados dos irmãos Júlio e Jaime Campos. O prefeito retrucou. Na réplica, Baracat listou nomes de pessoas que ocuparam cargos na prefeitura e que são "apadrinhadas" dos Campos. Murilo disse que merece a reeleição porque "investiu em setores essenciais como saneamento, educação e saúde". "Não tem mais fila no Postão", diz Murilo. (Vívian Lessa)



Cabos eleitorais se juntam frente ao local do debate

Fonte: RDNews

Gostou? Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário