Candidatos de Várzea Grande iniciam a apelação

Jovens com faixa contra Murilo são repreendidos

O clima de guerra já começou a ganhar as ruas de Várzea Grande, segundo maior colégio eleitoral do Estado. Nesta segunda (11), às 13h20, dois jovens que protestavam contra a gestão Murilo Domingos, no cruzamento da avenida Couto Magalhães com a Feb, acabaram agredidos. Eles não trajavam camisetas de nenhum outro candidato que caracterizasse "cor partidária".

Estendiam uma faixa de aproximadamente 3 metros de comprimento e com a frase: "Ficou dormindo por 4 anos, agora não adianta acordar". Trata-se de uma alusão ao apelido do prefeito que busca à reeleição, num embate com outros dois candidatos: o ex-governador Júlio Campos (DEM) e o vice-prefeito Nico Baracat (PMDB).

Ao avistarem a cena dos jovens segurando a faixa, três homens, num veículo caracterizado com adesivos do candidato Murilo, foram tirar satisfação. Eles empurraram os jovens, tomaram e enrolaram a faixa e deixaram o local, sob gritos de repreensão.






(Às 16h20) - É a turma do Júlio, diz secretário de Murilo

O secretário de Comunicação de Várzea Grande e presidente do Dae, Jeverson Missias, garante que os jovens que estendiam uma faixa com frase de protesto ao governo Murilo Domingos são cabos eleitorais do candidato de oposição, ex-governador Júlio Campos. "Eles (protestantes) ,estavam em grupo e são da campanha de Júlio, sim", reage Missias. Segundo ele, em princípio a Guarda Municipal foi acionada para se deslocar ao local e pedir para os manifestantes não deixarem a faixa no local porque seria uma prática ilegal. "Eles foram embora, mas depois voltaram. Aí, fizemos a denúncia no TRE, que foi lá para acabar com o protesto. Não teve nada de truculência", garante o secretário do prefeito Murilo, que busca a reeleição.

Segundo Jeverson Missias, o grupo ligado a Júlio tem agido nos bastidores de todas as formas para prejudicar a candidatura de Murilo. "Eles estão armando para todo o lado, sinal de que o nosso candidato está preocupando".



Gostou? Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário