Murilo e Zaeli reunem com empresários AMAD


Prefeito afirma que quase desistiu da disputa


Ao lado de vice, Murilo relembra época em que foi vendedor

O prefeito de Várzea Grande Murilo Domingos (PR) disse, em reunião com os empresários que compõem a Associação Mato-Grossense dos Atacadistas e Distribuidores (AMAD), que decidiram apoiar o seu projeto à reeleição, que antes de convidar o empresário Tião da Zaeli (PR) para vice, sua chance de não ir a reeleição era de 90%. Isso por causa das provocações do seu adversário, ex-governador Júlio Campos (DEM).

"Fui muito ofendido e o povo de Várzea Grande desrespeitado. Não podemos mais aceitar imposição. Isso é coisa do passado. Vivemos em uma democracia, onde as pessoas têm o direito de escolher em quem quer votar sem terrorismo", desabafou. O republicano afirmou que Tião será mais um prefeito e não apenas um simples vice. "Seremos dois prefeitos em Várzea Grande. Eu e o Tião". Lembrou ainda da época em que foi vendedor das Lojas Riachuelo em Ribeirão Preto, interior de (SP), onde trabalhou durante oito anos até seu ingresso na vida pública, em 1994.

Enfático, o diretor da Associação, Sérgio Gomes, defendeu o nome do republicano e disse que é preciso deixar o preconceito de lado e deixar de achar que todas àqueles que ingressam na política são ladrões. "Tem gente boa, descente na política, não podemos generalizar. Vamos dar apoio de maneira concreta e não apenas dar tapinhas nas costas. Tião tem um perfil administrativo e não será apenas um coadjuvante neste processo", disse. (Pollyana Araújo)



Autor: RDNews





Gostou? Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário