ELEIÇÕES 2008 EM VÁRZEA GRANDE: Aqui eleitores tem dono


CURRAL
Jaime exige que governador
não faça campanha em V. Grande




Os caciques políticos estão com um olho nas eleições municipais e o outro no pleito de 2010. Cada um tenta delimitar seu território, como se fosse dono de curral eleitoral. O senador Jaime Campos, pré-candidato a governador pelo DEM, por exemplo, exigiu que Blairo Maggi, no comando do Estado há 6 anos, fique de fora da campanha em Várzea Grande. Jaime, que tem o irmão Júlio na disputa para prefeito, quer tirar o governador do palaque de Murilo Domingos (PR), que busca a reeleição.

O cacique avisou que, se Maggi fizer campanha em Várzea Grande, ele vai levar o DEM a sair do palanque do prefeito de Rondonópolis, Adilton Sachetti, que tenta um novo mandato pelo PR. Sachetti tem Maggi como seu principal cabo eleitoral. O governador chegou a combinar com Murilo que estaria em VG no próximo dia 4 para prestigiá-lo no primeiro comício. Agora, diante das ameaças dos Campos, o "rei da soja" está reavaliando o convite.

Maggi deve repetir a estratégia de 2004, quando, a pedido dos Campos, não fez campanha em Várzea Grande. Mesmo "abandonado", Murilo venceu as eleições, com uma diferença de apenas 588 votos sobre o então pefelista e hoje democrata Wallace Guimarães, que substituiu Campos Neto a 30 dias do pleito.

Rumo a 2010

A exemplo de Jaime e Maggi, que deve disputar a senatória, outros líderes políticos começam a montar o quebra-cabeça agora para as eleições gerais de 2010, principalmente em relação aos cargos de governador e de senador. Do PR, ensaiam candidaturas ao Palácio Paiaguás o diretor-geral do Dnit, Luiz Pagot, e o prefeito rondonopolitano Adilton Sachetti, desde que este passe no teste da reeleição.

O DEM já lançou Jaime, enquanto o PMDB tem duas opções: o deputado federal e ex-governador Carlos Bezerra e/ou atual vice Silval Barbosa. O PSDB aposta no prefeito cuiabano Wilson Santos, mas, para tanto, é necessário que o tucano reconquiste o mandato nas eleições deste ano. Há nomes em debate em outros partidos, como é no caso do PDT, que deve lançar o empresário e deputado estadual Otaviano Pivetta ao governo ou ao Senado; do PPS, com o deputado Percival Muniz; do PP, com o também parlamentar José Riva, e do PT com Carlos Abicalil.



Autor: RDNews





Gostou? Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário