CINEMA: As Crônicas de Nárnia - Príncipe Caspian

O Príncipe Caspian deverá recuperar o reino de Nárnia

SINOPSE

Na sequência de "O Leão, a Feiticeira e o Guarda-roupa", os irmãos Pevensie deixam Londres e retornam a uma Nárnia. Ao invés da passagem do guarda-roupa, Pedro, Susana, Edmundo e Lúcia são transportados através de uma trompa mágica tocada pelo novo herói da história: o Príncipe Caspian, que tentar ocupar o trono e sofre com a traição de seu tio Miraz.

ASSISTA O TRAILER

Eleições 2008 em Várzea Grande

O acordo de Júlio e Maksuês: reação do povo
sexta-feira


De um internauta do Blog sobre um episódio que teria acontecido com o candidato do DEM à prefeitura de Várzea Grande, Júlio Campos, depois da negociação com o deputado Maksuês Leite (PP), que desistiu da candidatura, mesmo estando na liderança das pesquisas, para apoiar Campos.

Já perdeu a eleição o povo não é bobo. E estão tirando sarro no candidato.

O pré-candidato a prefeito de Várzea Grande, Júlio Campos (DEM), se viu numa saia-justa nesta sexta, às 12h, na agência central do Banco do Brasil, em Cuiabá. Ele foi ao banco para uma conversa com a gerência. Há menos de uma semana Júlio fechou uma negociação política com o então adversário, deputado Maksuês Leite (PP).

O acordão está gerando muito repercussão e revolta por parte de alguns eleitores várzea-grandenses.

Maksuês era líder nas pesquisas de intenção de voto e estava atuando numa linha dura, marcada por denúncias contra Júlio. Eis que o deputado do PP resolve desistir da pré-campanha e, de quebra, ainda passa a ser aliado de Júlio, com direito à indicação da esposa Mara Rúbia de vice da chapa. Tanto Júlio quanto Maksuês buscam argumentos para convencer o eleitor.

Assim que entrou na agência do BB, situada na avenida Barão de Megalço, esquina com Getúlio Vargas, o ex-governador começou a ouvir "gozações". A agência estava lotada. Uma pessoa na fila gritou: "Eh!, Júlio, já vai passar o dinheiro pra conta do Maksuês, né!. Um outro emendou: "Quanto custou a negociação?". Em princípio, Júlio Campos encarou de forma cortês os comentários feitos em voz alta pelos clientes do BB. Depois que as perguntas e questionamentos ganharam corpo ele "fechou a cara" e saiu de fininho.

Fonte: pnbonline

Eleições 2008



Panfletos apócrifos denigem imagem de
Murilo e Nico Baracat em VG


A campanha pela Prefeitura de Várzea Grande começa a confirmar o que se previa: uma disputa suja, com muita baixaria. Depois dos panfletos que infestaram a Cidade Industrial chamando o deputado estadual Maksuês Leite de “vendido” por ter renunciado a sua candidatura à Prefeitura em favor do ex-prefeito, ex-governador, ex-deputado federal, ex-senador e ex-conselheiro do Tribunal de Contas do Estado Júlio Campos, agora é a vez da panfletagem ter como alvo os irmãos Domingos – Murilo Domingos, prefeito da cidade pelo PR e seu irmão
Toninho -, e o vice-prefeito Nico Baracat, PMDB.

A onda de panfletagem apócrifa começou no início da semana quando surgiu a confirmação de que Maksuês Leite não era mais candidato. O parlamentar do PP, que liderava as pesquisas de intenção de votos foi acusado de receber uma alta quantia em dinheiro para deixar a campanha e ainda teve o direito de indicar sua mulher, Mara Rúbia, como candidata a vice.


Em Várzea Grande, o comentário era de que o folheto apócrifo contra o parlamentar tinha sido feito por ordem do prefeito Murilo Domingos e seu irmão Toninho Domingos, com a ajuda do vice-prefeito Nico Baracat. O prefeito e seu irmão empresário desmentiram qualquer iniciativa neste sentido. O vice, que se lançou candidato a prefeitura também descartou a iniciativa.

Em represália, Várzea Grande amanheceu nesta sexta-feira com mais uma panfletagem apócrifa. Desta vez contra o prefeito Murilo Domingos. O panfleto ainda tece comentários contra o empresário Murilo Domingos e o vice Nico Baracat.

A panfletagem acusa os irmãos Domingos de terem roubado a prefeitura de Várzea Grande. Com a foto dos dois diz “Cadeia Neles” e lembra que através da empresa da família, a “Casa Domingos”, promoveram um verdadeiro assalto aos cofres públicos.

Já contra o vice-prefeito Nico Baracat, o panfleto diz que ele é o maior fantasma de Várzea Grande, que aos 40 anos, aposentado ganha R$ 20 mil por mês sem trabalhar, sem apresentar nada e que é uma vergonha para Várzea Grande.

Fonte:
24Horas News - Notícias 24 Horas
www.24horasnews.com.br

Eleições 2008 em Várzea Grande

Júlio Campos condenado por usar pesquisa fraudulenta em propaganda

O juiz eleitoral Cléber Freire da Silva Pereira, da 49ª Zona Eleitoral, condenou o pré-candidato a prefeito de Várzea Grande, Júlio Campos, do Partido dos Democratas, e aplicou multa no valor de R$ 45 mil por propaganda eleitoral extemporânea. Na medida, ele considerou fraudulenta a pesquisa realizada pelo instituto PRODATA, condenado a pagar multa de R$ 30 mil. A pesquisa, publicada no jornal “Folha do Estado”, foi objeto de propaganda fora de época do pré-candidato. As multas, totalizando R$ 130 mil, foram distribuídas considerando o número do público atingido pela propaganda.

A representação contra Campos, o jornal e o instituto de pesquisa foi feita pelo Movimento de Combate a Corrupção Eleitoral (MCCE). Ela ocorreu no período em que Júlio e Maksuês Leite se digladiavam ferozmente na busca de uma melhor posição perante o eleitoral. Cópia dos autos foram remetidos à Polícia Federal para fins de abertura de inquérito policial contra Júlio Campos, os deputados Maksuês Leite (PP) e Wallace Guimarães (DEM) e contra os pré-candidatos a vereador Benedito Francisco Curvo, do DEM; João Madureira dos Santos, Edil Moreira da Costa; Denivaldo Pereira e Lucky Marlon.

O magistrado ainda determinou a remessa de cópia integral dos autos à 14ª Promotoria de Justiça Criminal da Capital, para que adote as providências legais que entender cabíveis, contra a direção do jornal “Folha do Estado” pela prática, em tese, de crime de sonegação fiscal, bem como a remessa ao Ministério Público Eleitoral com atribuição na 20ª Zona Eleitoral para que adote as providências quanto à pesquisa eleitoral.

A pesquisa foi divulgada no dia 14 de março. Segundo a denúncia acolhida pelo juiz eleitoral, o jornal estampou “manchetes favoráveis ao representado”, inclusive com distribuição de milhares de exemplares do matutino à população de Várzea Grande “pedindo votos escancaradamente todos os dias” e ainda, praticando atos caracterizadores de abuso de poder econômico.

Ao decidir, o juiz notou que o instituto não cumpriu com o prazo mínimo de cinco dias para divulgação da pesquisa, que é de cinco dias. Observou que o Contrato Social da empresa responsável pela pesquisa não fora juntado ao registro. O PRODATA informou que a pesquisa foi feita sob iniciativa própria, arcando com todos os custos do trabalho de levantamento. O juiz ainda viu exagero do jornal ao estampar a machete “Júlio Campos cresce na disputa e já encosta em Maksuês Leite em Várzea Grande”.

O juiz observa que ao verificar o questionário utilizado pelo PRODATA, chamou a atenção a pergunta n. 10 que teria sido formulada aos pesquisados, qual seja: “Se o senador Jaime Campos pedir para você votar em um candidato a prefeito, qual sua reação?”. Na avaliação do juiz “percebe-se claramente que se trata de pressão psicológica perante o eleitorado de Várzea Grande, mascarada de pesquisa eleitoral”. Ele afirmou ser “nítida a tentativa de vincular o cargo, o poder e a atual situação do senador Jaime Campos à candidatura do seu irmão Júlio Campos, deixando transparecer, subliminarmente, que este, pelos seus atributos, currículo e parentesco com o atual senador por Mato Grosso seria supostamente o mais indicado para o cargo do Executivo municipal em Várzea Grande”.E arrematou: “Tenho por fraudulenta a pesquisa de opinião realizada pelo Instituto PRODATA em Várzea Grande, vez que utilizada como meio de propaganda eleitoral antecipada”.

Fonte:
24Horas News - Notícias 24 Horas
www.24horasnews.com.br

Suplente fala sobre tentativa de Rabello de barrar sua posse

O suplente de deputado Nilson Santos fala sobre a tentativa do deputado cassado Walter Rabello de barra sua posse. Assista ao Vídeo


As novidades de "Os Mutantes"


"Os Mutantes" terá tropa de elite
feminina para caçar lobisomens


A novela "Os Mutantes" vai ter uma tropa de elite feminina. Sua missão: caçar lobisomens. O primeiro capítulo da novela vai ao ar na próxima terça-feira (3), na Record, às 20h40.

A tropa de elite será formada por agentes como Aline (Milena Ferrari) e Marta (Miriam Freeland). Elas formam o fictício Depecom (Departamento de Pesquisa e Controle de Mutantes).

Em uma das cenas, Aline, Marta e e Miguel (Jonathan Haagensen) vão ao centro de São Paulo com o objetivo de controlar o ataque de lobisomens.

A novela é escrita pelo autor Tiago Santiago, enquanto a direção está a cargo de Alexandre Avancini. A novela é uma continuação de "Caminhos do Coração", que foi bem-sucedida nos levantamentos do Ibope.

Fonte: Folha Online

"Acreditamos que a Globo terá sua pior estréia de todos os tempos", diz autor de "Caminhos"

Record peita a Globo e exibe o último capítulo de Caminhos do Coração no mesmo dia e horário da estréia de A Favorita


Com um plano ousado, a Record decidiu peitar a Globo em sua faixa mais nobre, a da novela das oito. Na próxima segunda (2), quando "A Favorita', novela de João Emanuel Carneiro, estrear às 21h, a Record já estará exibindo o último dos 202 capítulos de "Caminhos do Coração". O final da bem-sucedida trama, que incomodou a Globo às 22h, foi antecipado para as 20h40 para coincidir com a estréia global.

"Achamos que quem já acompanhava 'Caminhos do Coração' vai privilegiar o final da novela. Acreditamos que a Globo terá sua pior estréia em todos os tempos", diz Tiago Santiago, autor do folhetim povoado de mutantes e seres fantásticos, que guardou para o capítulo final o julgamento de Maria e o nome do mandante dos assassinatos da trama.



No último capítulo de "Caminhos do Coração" (2/6/2008), Maria irá a julgamento

Com um plano ousado, a Record decidiu peitar a Globo em sua faixa mais nobre, a da novela das oito. Na próxima segunda (2), quando "A Favorita', novela de João Emanuel Carneiro, estrear às 21h, a Record já estará exibindo o último dos 202 capítulos de "Caminhos do Coração". O final da bem-sucedida trama, que incomodou a Globo às 22h, foi antecipado para as 20h40 para coincidir com a estréia global.

"Achamos que quem já acompanhava 'Caminhos do Coração' vai privilegiar o final da novela. Acreditamos que a Globo terá sua pior estréia em todos os tempos", diz Tiago Santiago, autor do folhetim povoado de mutantes e seres fantásticos, que guardou para o capítulo final o julgamento de Maria e o nome do mandante dos assassinatos da trama.

E a briga seguirá com a estréia de "Os Mutantes", também de autoria de Santiago e seqüência de "Caminhos do Coração". A novela estréia às 20h40 na próxima terça, dia 3. O autor explica a estratégia que, para alguns, poderia ser considerada suicida. "Ao contrário do que se imagina, 75% do público de 'Caminhos' é de adultos. Mas há uma demanda muito grande do público infanto-juvenil pela novela. Se ela for ao ar mais cedo, conseguiremos trazer parte desse público para a frente da TV, e assim esperamos quebrar a resistência de quem não assiste a novelas fora da Globo", afirma.

Expectativa

O autor espera que, no primeiro mês, "Os Mutantes" atinja média de 15 pontos no ibope. "Mas podemos surpreender e chegar a 20 pontos", torce Santiago. Na reta final, "Caminhos do Coração" tem tido picos de audiência que ultrapassam os 20 pontos. Santiago acredita que a audiência de "Os Mutantes", no decorrer da trama, poderá ser ainda maior, já que, nesta faixa horária, o número de televisores ligados é maior.

Para chamar ainda mais atenção para o folhetim, Santiago seguirá os passos de Aguinaldo Silva. O autor trará novidades da trama em blog dedicado à produção. Em seu post de estréia, desta quarta (28), Tiago Santiago responde comentários de João Emanuel Carneiro e Antônio Fagundes, que criticaram a qualidade das novelas da Record. O autor também colocou no ar o roteiro de uma das cenas do fim de "Caminhos".

Santiago virou o principal nome da dramaturgia da Record. Antes de "Caminhos do Coração", o autor já tinha tido sucesso com "Prova de Amor", que deverá ser reprisada como forma de preparar o público para a terceira faixa de novelas do canal. "Ainda não sabemos se a terceira faixa será inaugurada ainda neste ano ou em 2009", diz.

Também não foi definido que tipo de novela entrará neste horário. A Record está em negociações com a Televisa, mas eu não estou envolvido nisso. Eu prefiro e sou a favor da teledramaturgia brasileira", diz Santiago, que também atua como consultor do canal, analisando novas sinopses.


Fonte: UOL TV

Novela "Duas Caras" termina no sábado e não terá reprise

Aguinaldo Silva copia Blairo Maggi e encerra Duas Caras com casamento comunitário

A novela Duas Caras que está em sua última semana de exibição, terminará neste sábado, dia 31. O último capítulo não será reprisado. Normalmente a Globo termina suas novelas às sextas-feiras e reprisa o último capítulo aos sábados. Na segunda-feira, dia 2, estréia "A Favorita", novela de João Emanuel Carneiro, que substitui "Duas Caras".



Cenas do último capítulo

Segundo Aguinaldo Silva, o último capítulo ficou "grande demais". Por isso, o autor o "desdobrou" para que "a edição não ficasse confusa". Na reta final de "Duas Caras", os espectadores ainda esperam o desfecho do casal protagonista, Maria Paula e Ferraço. Eles se casaram, mas ainda não tiveram sua primeira noite juntos --a primeira cena de sexo entre eles irá ao ar a partir desta quarta-feira, após a hospitalização de Ferraço.

No final da novela, ainda será exibido o desenlace da vilã Sílvia e será revelada a identidade do Sufocador de Piranhas. Também está prevista a cena do casamento --na verdade, assinatura de um contrato de união civil-- entre Bernardinho e Carlão. Há grande expectativa em relação à exibição de um beijo gay entre o casal, ainda não aprovada, mas escrita por Aguinaldo Silva.
Fonte: UOL TV

500 de cadete Vagas para Agulhas Negras

Exército abre inscrições para 500 vagas de cadetes




Candidatos deve ter entre 16 e 20 anos e ensino médio completo.
Aprovado fica um ano em escola e depois vai para a Academia das Agulhas Negras.

A Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx)) abriu 500 vagas. Os candidatos devem ser do sexo masculino, ter entre 16 e 20 anos até 31 de dezembro de 2008, ensino médio completo, ser solteiro e ter estatura mínima de 1,60m (ou até 1,57m para concorrentes com 16 anos de idade) (clique aqui para ver o edital).


Inscrições

Devem ser feitas entre os dias 2 de junho e 6 de agosto, nos sites http://www.espcex.ensino.eb.br ou http://www.epce.g12.br. A taxa é de R$ 70 (clique aqui para ver o calendário do concurso).

O concurso terá dois dias de provas: no dia 11 de outubro serão as provas de física-química e geografia-história, e no dia 12 de outubro, matemática, português e redação. Os aprovados ficarão um ano na escola preparatória.


Remuneração

O salário inicial de cadete é de cerca de R$ 600. Depois os aprovados vão para a Academia das Agulhas Negras e receberão reajuste salarial. A segunda parte do curso deve durar quatro anos.



O candidato deverá, na semana que antecede o concurso de admissão, verificar, nos sites http://www.espcex.ensino.eb.br ou http://www.epce.g12.br, o local exato de realização das provas.

310 vagas de emprego

310 vagas de emprego
para sexta-feira, 30 de maio

O SINE Sistema Nacional de Emprego, em Cuiabá oferece nesta segunda-feira 396 vagas de trabalho para Grande Cuiabá e todo estado de Mato Grosso. Os interessados que já são cadastrados no Sine devem telefonar gratuitamente para o número 0800-647-4400. Caso não seja cadastrado, é preciso comparecer aos postos de atendimento do Sine em Cuiabá ou Várzea Grande.


Vagas de estágio na Sadia de Várzea Grande

Sadia abre 252 vagas de estágio



A empresa Sadia abre 252 vagas estágio para alunos de Administração, Agronômica, Biologia, Ciências Contábeis, Ciências da Computação, Comércio Exterior, Comunicação Social, Direito, Economia, Engenharia (de Alimentos, Elétrica, Eletrônica, Florestal, Mecânica, Produção e Química), Estatística, Farmácia, Gastronomia, Marketing, Medicina Veterinária, Psicologia, Publicidade e Propaganda, Química, Sistemas de Informação,

Os candidatos devem, ainda, ter conhecimento de inglês (nível intermediário ou avançado) e em informática (pacote Office).


Local de estágio

As vagas de estágio abertas destinam-se a 21 cidades: São Paulo (SP), Bauru (SP), Ribeirão Preto (SP), Santos (SP), Jundiaí (SP), Curitiba (PR), Toledo (PR), Dois Vizinhos (PR), Lucas do Rio Verde (MS), Uberlândia (MG), Francisco Beltrão (PR), Chapecó (SC), Concórdia (SC), Campo Verde (MT), Paranaguá (PR), Três Passos (RS), Várzea Grande (MG), Brasília (DF), Faxinal dos Guedes (SC), Duque de Caxias (RJ) e Ponta Grossa (PR).




Como Inscrever-se:
Os interessados têm até 8 de junho para inscrever-se ao Programa de Estágio da Sadia. Para tanto, devem acessar o site www.sadia.com.br/estagio.


O processo de seleção é composto por provas online, dinâmicas de grupo e entrevistas individuais.

Os selecionados iniciam as atividades de estágio em julho. O programa tem duração de seis meses a dois anos, dependendo da disponibilidade do estagiário.

Os estagiários da Sadia terão direito a bolsa-auxílio (valor não revelado), assistência médica e odontológica, seguro de vida, refeição no local e vale transporte.

Editorial do Jornal A Gazeta sobre a posição de Maksuês


Maksuês, quem diria?, acabou no Irajá

Da Editoria

Quando o eleitorado é surpreendido com situações como foi a desistência da candidatura do deputado Maksuês Leite (PP) num "acordão" com o ex-governador Júlio Campos (DEM) na disputa pela prefeitura de Várzea Grande muitas perguntas ficam no ar. No caso específico de Maksuês, as indagações são inúmeras. Não se trata se fazer acusações de que houve barganha e de que espécie foi amarrada, para que um renunciasse em favor do outro, mesmo sendo esse um - segundo pesquisas de opinião - primeiro colocado na preferência dos eleitores. O que se questiona nesse momento é como um político pode mudar de postura, da noite para o dia, sem levar em consideração nem mesmo o que pensam as pessoas que acreditaram e manifestaram apoio a ele?


Não há dúvida de que fatos como esse colaboram com a crescente onda de descrédito que vivem a política e os políticos brasileiros e, consequentemente, mato-grossenses. A grande pergunta é: onde estão as convicções desses homens que falam em nome do povo. Maksuês Leite, por exemplo, superou-se. Chegou ao extremo de declarar que só retiraria sua candidatura "se morresse". Hoje, em nome dessa aparente convicção, ele se dispõe a aliar-se a Júlio Campos, de quem sempre foi adversário. E pior, disponibiliza no acerto o nome de sua esposa, uma desconhecida na vida política de Várzea Grande, para compor a chapa como vice-prefeita.


O deputado pepista, vale lembrar, desde que assumiu uma cadeira na Assembléia Legislativa, vinha se dedicado, em detrimento a outras ações inclusive, a essa virtual candidatura a prefeito em Várzea Grande. Publicamente pelo menos foi o que todos assistiram. Nos bastidores, onde a roupa é lavada de outra forma, talvez o desfecho do episódio já estivesse previsto. Sendo assim, onde teria o jovem político colocado os projetos ditos fundamentais para a Cidade Industrial do futuro, que ele tanto apregoou? Mais ainda. E tudo o que falou e discursou em nome do novo e contra as práticas ultrapassadas que, conforme disse em diversas ocasiões, eram representadas pela família Campos?


Maksuês se mostrou tão "facinho" de ser convencido a uma renúncia que deixou estarrecidas as velhas raposas da política. Geralmente, antes de uma decisão tão radical assim, pelo menos se esperneia, se disfarça, faz-se um charme, diz que vai consultar as bases, enfim, algumas estratégias para enrolar, antes do fatal anúncio de que juntou-se ao adversário. Mas, de toda essa história na Várzea Grande, fica o recado dos Campos. Júlio, o irmão mais velho e fora da política partidária há anos, então nem se fala! Quando decidiu deixar o Tribunal de Contas do Estado (TCE), precocemente, e voltar à vida pública muitos duvidaram do seu poder de fogo. Ilusão. Júlio, ardiloso e experiente, tem sido um rolo compressor na corrida sucessória de Murilo Domingos. Wallace Guimarães, pré-candidato seu companheiro do DEM, foi a primeira vítima. Maksuês, a última. Até outubro, vamos ver ainda muita coisa, com certeza.

NOTAS DA COLUNA A PARTE

Ascensão - A política produz em um passe de mágica figuras da noite para o dia. A esposa de Maksuês, Mara Rúbia Leite, nunca foi vista como liderança política e de forma meteórica é alçada à condição de candidata à vice-prefeita da segunda maior cidade do Estado.

Articulações - Enquanto Maksuês e a família Campos ficaram na saia justa, o deputado federal Valtenir Pereira, pré-candidato do PSB, fez reuniões com os petistas Carlos Abicalil, Vilson Aguiar e o pré-candidato José Afonso Portocarrero.

Muito feio - Política em Várzea Grande é enigmática. Só lá o candidato Maksuês Leite, líder das pesquisas, abre mão de concorrer para o "bem da cidade". Você acredita nessa história, eleitor? Foram várias reuniões e ele se convenceu de que Júlio é melhor. Estranho!

Sem palavra - A conversa que corre solta a partir de agora em Várzea Grande é sobre o que o deputado falou neste mês sobre o novo aliado Júlio Campos. Quem não se lembra que Maksuês disse que só a morte tiraria sua candidatura.

Ressuscitado - Pelo sim, pelo não, o fato é que Júlio Campos pode ser visto, com todo o perdão à fé cristã, como Jesus Cristo na Cidade Industrial. Porque Maksuês morreu e foi ressuscitado. E esse angu ainda vai custar muito caro para a campanha. É esperar...


Fonte: Jornal A Gazeta

Maksuês desiste de candidatura para apoiar Júlio Campos

Deputado Maksuês Leite, ao lado da esposa Mara Rúbia, candidata a
vice, e Júlio Campos que encabeça a chapa em Várzea Grande

ELEIÇÕES 2008 EM VÁRZEA GRANDE
QUE VERGONHA!!!
Maksuês desiste de candidatura para apoiar Júlio Campos.
Dia 12 de maio escreví nesse blog sobre a disputa eleitoral em Várzea Grande, discorri sobre os principais candidatos, e quando falei da candidatura de Maksuês Leite, disse que ela era duvidosa. Por mais que em público ele se apresentava como o mais ferrenho oponente de Júlio Campos.

Mais cedo do eu imaginava, eis o que aconteceu e está em toda imprensa da Grande Cuiabá, Maksuês, até então líder nas pesquisas, desistiu da candidatura para apoiar Júlio, e de quebra sua esposa será candidata a vice. Tem algo que se possa comentar nisso?

Mas é bom que isto acontece com um político jovem, que vendia uma imagem de moderno, diferente e outros blá, blá, blá, assim o povo de Várzea Grande, descobre cedo qum realmente ele é.

Não vou me aventurar no que realmente envolve tal acordo, até porque eles sempre dizem que é para o bem da cidade.

Mas o quadro de disputa ainda não está definido, muito ainda pode acontecer.

Vou encerrar com a célebre frase do Boris Casoy "ISSO É UMA VERGONHA".

396 vagas de emprego em Várzea Grande e MT para 26 de maio

396 vagas de emprego
para segunda-feira, 26 de maio

O SINE Sistema Nacional de Emprego, em Cuiabá oferece nesta segunda-feira 396 vagas de trabalho para Grande Cuiabá e todo estado de Mato Grosso. Os interessados que já são cadastrados no Sine devem telefonar gratuitamente para o número 0800-647-4400. Caso não seja cadastrado, é preciso comparecer aos postos de atendimento do Sine em Cuiabá ou Várzea Grande.


CONFIRA A RELAÇÃO COMPLETA DAS VAGAS AQUI


Concurso público no Ministério Público de MT com 27 vagas


MP do Estado de Mato Grosso : Salários de R$ 13.000

O Ministério Público do Estado do Mato Grosso abriu seleção pública para o preenchimento de 25 vagas no cargo de Promotor de Justiça Substituto. O valor da remuneração inicial é de R$ 13.056,48.


Para disputar uma vaga é necessário que o candidato seja bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais e não possua antecedentes criminais, além de outras exigências.

A inscrição preliminar deverá ser realizada no site da Fundação Escola Superior do Ministério Público www.fmp.com.br até às 20h do dia 10 de junho de 2008.

O recolhimento da taxa de participação, no valor de R$ 150, deverá ser feito por meio de Documento de Crédito – DOC, em nome do Fundo de Apoio ao Ministério Público do Estado de Mato Grosso – Funamp, conta corrente n° 04010500-8, agência n° 3834-2, Banco do Brasil, até o último dia de inscrição.

O Concurso constará de provas escritas de caráter eliminatório, compreendendo duas etapas, preambular de múltipla escolha e discursiva, oral e de títulos.

Concurso do CEFET em Mato Grosso


CONCURSO NO CEFET/MT
Concurso para o provimento de 39 vagas

O Centro Federal de Educação Tecnológica do Mato Grosso (Cefet-MT) realiza concurso para o provimento de 39 vagas para as unidades de Bela Vista e Pontes e Lacerda. Os salários variam de R$ 1.364 a R$ 4.903.



As inscrições

serão recebidas até o dia 29 de maio, pelo site www.cefetmt.br. As taxas para participar variam de R$ 30 a R$ 50 de acordo com o cargo pretendido. O Cefet disponibilizará computadores na Sala de Memória do Cefet-MT, na rua Zulmira Canavarros, 95 - Centro – Cuiabá (MT), e em Pontes e Lacerda, na Escola Municipal Quinze de Abril, na av. Bom Jesus, 551, no horário das 8h às 17h, durante o período das inscrições.

No ato da inscrição o candidato deve escolher se prefere fazer a prova na cidade de Pontes e Lacerda ou em Cuiabá. A realização da prova escrita está prevista para o dia 8 de junho.



Cargos oferecidos:


Superior

Administrador, Analista de Tecnologia da Informação, Assistente Social, Auditor, Contador, Engenheiro Civil, Pedagogo e Técnico em Assuntos Educacionais.


Professor

Áreas de: Administração, Construção Civil, Contabilidade, Direito, Educação Artística, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Geografia, História, Língua Portuguesa, Pedagogia e Psicologia.


Médio

Assistente em Administração, Técnico de Tecnologia da Informação, Técnico em Alimentos e Laticínios, Técnico de Laboratório – Construção Civil e Eletrônica.

Vagas para Várzea Grande e Mato Grosso para 20 de maio

313 vagas de emprego

para terça-feira, 20 de maio

O SINE Sistema Nacional de Emprego, em Cuiabá oferece nesta terça-feira 313 vagas de trabalho para Grande Cuiabá e todo estado de Mato Grosso. Os interessados que já são cadastrados no Sine devem telefonar gratuitamente para o número 0800-647-4400. Caso não seja cadastrado, é preciso comparecer aos postos de atendimento do Sine em Cuiabá ou Várzea Grande.



Confira a lista de vagas.

Eleições 2008 em Várzea Grande

Nova pesquisa mostra que Maksuês amplia vantagem sobre Júlio Campos, em VG




Na primeira pesquisa após a definição do candidato do DEM a prefeitura de Várzea Grande, os números apontam que o deputado estadual Maksuês Leite (PP) mantém a "onda de crescimento" e se consolida como o favorito na disputa.


Na pesquisa estimulada feita pelo instituto Quality e divulgada no programa Ponto de Vista (Tv Rondon - canal 05)entre os dias 15 e 17 deste mês com 500 pessoas, Maksuês Leite lidera com 48,60% das intenções de voto.

O conselheiro-aposentado Júlio Campos (DEM) é o segundo colocado com 35%. O prefeito Murilo Domingos (PR) registra apenas 3,60%, enquanto que o ex-presidente do Departamento de Água e Esgoto, Benedito Gonçalo Dito Loro (PSDB) tem 2% e o ex-secretário de Planejamento, José Marques Braga (PPS), ficou com míseros 0,80%.

Na pesquisa espontânea, o parlamentar progressista se mantém líder absoluto com 35,80%. Já Júlio Campos obteve 24,20%. O prefeito Murilo Domingos conquistou apenas 2,20%, Dito Loro 1,60%, e Braga com 0,60%.

Wallace

Ainda sem se pronunciar sobre o processo eleitoral após ter sido preterido como candidato do DEM, o deputado Wallace Guimarães também foi avaliado pela pesquisa. Segundo 48,20% dos entrevistados, o parlamentar democrata deveria apoiar Maksuês Leite na disputa pelo paço Couto Magalhães.

Já 35,60% defenderam o apoio de Wallace Guimarães para o algoz Júlio Campos. A pesquisa está registrada na Justiça Eleitoral de Várzea Grande sob o número de 009/2008.

Fonte: O Documento

Uma síntese da história de Várzea Grande MT


Fonte: Arquivo da Prefeitura
Instalação de Várzea Grande
Em 1949, instala-se o município. Presença do então presidente Eurico G. Dutra



A fundação de Várzea grande está ligada às ações empreendidas pelo governo provincial em função da Guerra do Paraguai. Em 1867, em plena guerra, o presidente da província de Mato Grosso, Couto de Magalhães, ordenou a prisão de todos os paraguaios encontrados em Cuiabá e cercanias e criou o acampamento militar na outra margem do rio, para onde os enviou, região até então ocupada pelos índios Guanás e por alguns poucos e pobres lavradores.


Várzea Grande servia de passagem e pouso para as tropas de boiadeiros que vinham de Poconé e Nossa Senhora do Livramento, e dada a habilidade dos paraguaios no corte e secagem da carne e no curtume de couro, o pequeno povoado passou a abrigar a matança de bois e transformou-se em fornecedor de mercadorias para a capital. Firmou-se posteriormente a agricultura nos capões pequenos, unindo brasileiros, inclusive muitos remanescentes da guerra, e paraguaios no mesmo trabalho.

Nas primeiras décadas, o povoado várzea-grandense cresceu lentamente, sobrevivendo a população da lavoura, abate de reses e fabricação de lenha, além de uma incipiente industria manual, que proporcionavam o comércio com Cuiabá, feito por meio de barcos. Em 1870, em decorrência do nascimento das primeiras crianças do povoado, o governo destinou verba no orçamento para pagar o primeiro professor de Várzea Grande, mestre Bilão.

Com a Proclamação da República, Várzea Grande iniciou sua participação na vida política e partidária do estado, envolvendo-se nas disputas travadas na última década do século XIX entre o coronel Generoso Ponce, os Murtinho, os Paes de Barros e os Corrêa da Costa. Representativo dessas disputas foi o assassinato, em Cuiabá, de Antônio Mendes Moreira, morador de Várzea Grande e partidário de Generoso Ponce, que foi morto pelos adeptos de Totó Paes.

Em 1942, no governo do interventor Júlio Müller, foi inaugurada a primeira ponte unindo Cuiabá e Várzea Grande, o que aumentou significativamente seu comércio com a capital, fornecendo-lhe carne, suínos, galináceos, leite e derivados, lenha, carvão, chinelos, material de construção e cereais, além de peixe. O desenvolvimento da cidade foi ainda impulsionado pela instalação da luz elétrica, em 1945.
Várzea grande foi transformada e município em 23 de setembro de 1948, no governo de Arnaldo de Figueiredo, que nomeou o varzea-grandense major Gonçalo Romão de Figueiredo para exercer o cargo de prefeito, até que se realizassem eleições.

O rápido crescimento de Várzea Grande, principalmente após o seu primeiro centenário, está ligado à grande imigração e à cessão, pela prefeitura, de áreas para a instalação de indústrias, bem como à tradicional aptidão do seu povo para o comércio e para o trabalho, povo que continua construindo a história do município com seu trabalho cotidiano.

Fonte: Achetudoeregião

O QUE A MÍDIA PUBLICA OU FALA DE VÁRZEA GRANDE


O Folha de Várzea Grande aproveita seu aniversário de 141 anos, hoje 15 de maio, para lançar o novo espeço onde concentraremos um pouco do que a pequena e grande mídia publica e fala sobre nossa cidade.

Hoje certamente vamos encontrar muita coisa relacionada ao aniversário da cidade, mas vamos lá, ver o que falam.

Para homenagerar um jornalista que sempre gostei de ouvir, e estou sentindo sua falta no rádio, Dirceu Carlino, nossa coluna se chamará Ciranda de Várzea Grande. Se alguém por acaso sabe se ele está trabalhando em alguma emissora, por favor me avise.

Pra quem não conhece e não ouviu o programa do Dirceu, esclarecemos que durante o programa ele lia e fazia pequenos comentários sobre as matérias dos jornais que chegavam até seu stúdio.

MATÉRIA DO JORNAL A GAZETA SOBRE VÁRZEA GRANDE



CIDADE INDUSTRIAL
Várzea Grande é um misto de desenvolvimento e esperança

Segunda maior cidade de Mato Grosso completa hoje 141 anos e população pede mais atenção


Município, que faz parte da região metropolitana de Cuiabá, se desenvolve com rapidez, mas requer maior planejamento principalmente em infra-estrutura


O município tem hoje cerca de 230 mil pessoas. A grande maioria, cerca de 150 mil, está no bairro mais conhecido, o Cristo Rei. É lá onde estão as maiores empresas de Várzea Grande e a maior oferta de trabalho.

E se por um lado a população reclama das vias, por outro a prefeitura afirma que Várzea Grande está se transformando em um verdadeiro canteiro de obras. Os projetos são inúmeros e a população já tem uma agenda do que cobrar. Para este ano a administração promete a inauguração do Hospital Metropolitano do Cristo Rei, o Parque Municipal Tanque do Fancho e do Restaurante Popular. Para 2009 está previsto o início das obras do primeiro shopping e a conclusão das obras de modernização e expansão do sistema de água e esgoto. (ver tabela)

O Hospital Metropolitano é um projeto antigo, mas teve as obras paralisadas há três anos e meio. Foram retomadas este ano e é visto como o grande apoio na área de saúde, como forma inclusive de desafogar o Pronto-Socorro Municipal, que atende uma grande demanda do interior. Já estão garantido investimentos na ordem de R$ 6 milhões para a conclusão da obra, orçada inicialmente em R$ 9 milhões.

Além disso, o pronto-socorro também passa por reformas na área central, que deve ser inaugurada nos próximos dias.

Os crescimentos na área de saúde são evidentes, embora ainda não tenham acompanhado o crescimento populacional. Hoje são 18 equipes do Programa de Saúde da Família (PSF) e 7 unidades.

Educação - Várzea Grande atende 27 mil alunos em são 64 instituições de ensino entre escolas e centros infantis. Um fator de destaque é que a administração aplica 30% de seu orçamento na área, acima do que determina a lei (25%). A construção de 3 novas escolas está prevista para este ano.

E para os alunos, além de estudar o lazer também é importante. Aí vem várias críticas, de diversos bairros, devido a falta de praças e centros comunitários. Nesta área, a administração destaca a construção do primeiro parque municipal, o Tanque do Fancho, que deve estar pronto em setembro.

De obra é esperada também a inauguração do Restaurante Popular, que deve ser uma realidade ainda no primeiro semestre deste ano.

Falta água - É comum ouvir em Várzea Grande a população reclamar da falta de água. O problema é corriqueiro e atinge vários bairros. Para acabar com isso, a prefeitura aposta no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). As primeiras obras do PAC, na área de saneamento básico, estão previstas para o final deste ano.

E falando em PAC, é por meio do programa que o município vai garantir a tubulação de toda extensão da avenida 31 de Março, que liga o bairro Zero Km ao final da Cohab Unipark, no Grande Cristo Rei. Com isso, haverá a distribuição de água tratada da região.

Economia - Fábrica de iogurte, refrigerante, comércio de roupas, concessionárias, indústrias na área animal, entre tantas outras, reforçam a economia do município. E com as obras do PAC, a perspectiva é que o crescimento seja maior ainda. Até o final do ano, está prevista a instalação de oito novas empresas.

História - Várzea Grande surgiu de um acampamento militar, em 1867, onde o presidente da província de Mato Grosso, Couto de Magalhães, determinou que fossem presos todos os paraguaios encontrados em Cuiabá e cercanias. A região era ocupada pelos índios Guanás.

Nas primeiras décadas era a lavoura que sustentava a pequena população, o povoado. Em 1870 chegou o primeiro professor. A história política surgiu com a Proclamação da República. Somente em 1942 Várzea Grande foi unida a Cuiabá, por uma ponte. A cidade vizinha que já abastecia a comércio de Cuiabá, aumentou com isso a sua produção. Em 1945 chegou a luz elétrica.

Programação - E para comemorar estes 141 anos, a prefeitura preparou um grande show, que foi realizado ontem com nove atrações.

Fonte: Jornal A Gazeta




INTERRUPÇÃO DE SINAL
Maksuês culpa Júlio por perder o programa que tinha em televisão

Téo Meneses
Da Redação

A TV Rondon, afiliada da Rede TV em Mato Grosso, tirou ontem do ar o deputado e pré-candidato à Prefeitura de Várzea Grande, Maksuês Leite (PP). Apresentador do programa "Comando Geral", o pepista acusa o adversário Júlio Campos (DEM) de estar por trás da decisão da emissora.

Durante entrevista coletiva concedida ao lado de aliados do PMDB e PT, Maksuês sugeriu que o dono da TV Rondon, Roberto Dorner (PDT), teria recebido dinheiro de Júlio para retirar o programa do ar. "Lamento muito que ele tenha se debruçado diante de umas moedas dos coronéis", afirmou.

Maksuês ainda relatou que teria chegado no início da manhã para apresentar o programa quando foi surpreendido com um recado da direção da TV Rondon para nem ir aos estúdios. "Ele (Dorner) nem teve a consideração de me deixar apresentar o último programa para me despedir do povo. Querem me calar, mas não vou aceitar isso", completou Maksuês, ao dizer que não tem dúvidas de que Júlio Campos estaria por trás do episódio. Segundo ele, essa seria uma estratégia da família Campos em continuar comandando Várzea Grande.

Sem o principal palanque, Maksuês agora promete se dedicar aos projetos sociais desenvolvidos pelo programa e se aproximar ainda mais da população. O mesmo tem feito o deputado e pré-candidato a prefeito de Cuiabá, Walter Rabello (PP), que também foi tirado do ar pela TV Cidade Verde, afiliada do SBT.

Júlio Campos negou ontem qualquer relação com a saída de Maksuês. Pondera que a decisão de Dorner teria ocorrido porque o dono da Rede TV, que já pertenceu à família Campos, retribuiu a decisão do PP em não lhe apoiar na disputa pela Prefeitura de Sinop. Maior líder do PP, o deputado José Riva confirmou que a sigla apoiará no município o deputado Juarez Costa, porém, descartou a tese.

Roberto Dorner não foi encontrado ontem para comentar o assunto. O diretor da TV Cidade em Sinop, Cláudio Prestes, disse que a decisão da emissora se deu por causa da constatação do Ministério Público Eleitoral de que a atuação do apresentador Maksuês Leite poderia se configurar como propaganda extemporânea.

Fonte: A Gazeta

NOTAS DO Aparte

O pré-candidato do PP por Várzea Grande, Maksuês Leite, sentiu a fúria e o estilo que o esperam na campanha eleitoral deste ano. Contatos aqui, reuniões ali, e ele perdeu o seu tom esbravejante. Maksuês foi surpreendido quando chegou à emissora em que tem programa e foi informado de que não precisaria trabalhar. A direção da televisão consultou o Ministério Público sobre propaganda extemporânea e o tirou do ar.


Aniversário - Várzea Grande completa hoje 141 anos. O dia promete muita agitação política na Cidade Industrial, dado à correria vista ontem entre algumas lideranças. Além de festa e articulação política, o Ministério Público Eleitoral estará de olho nos abusos da disputa do município. Alguns pré-candidatos apressadinhos estão na mira da instituição.



Sem espaço na TV, Maksuês culpa Júlio

Deputado Maksuês Leite (PP), pré-candidato a prefeito em Várzea Grande, foi informado só ontem de que seu programa havia sido suspenso

PEDRO ALVES
Deputado Maksuês Leite se emocionou ontem durante entrevista coletiva para falar sobre sua saída da TV Rondon
SONIA FIORI
Da Reportagem

Pré-candidato a prefeito de Várzea Grande, o deputado estadual Maksuês Leite (PP) atribuiu ao seu principal adversário na disputa deste ano, Júlio Campos (DEM), a culpa pelo fim da veiculação do seu programa “Comando Geral”, exibido diariamente até terça-feira pela TV Rondon, afiliada da Rede TV.

Ele é o segundo candidato a perder espaço na televisão, com programa de estilo popular, que teria como motivação a disputa eleitoral. No mês passado, o empresário Luiz Carlos Becare, dono da TV Cidade Verde, afiliada do SBT, rompeu o contrato com o deputado Walter Rabello, também do PP, pré-candidato a prefeito de Cuiabá.

Denominado por Maksuês em entrevista coletiva, na tarde de ontem, de “operação mordaça”, ele diz que só foi informado na manhã de ontem pela diretoria da emissora sobre o fim do contrato, com a argumentação de resguardar questões empresarias e também de ordem política, sem explicitar maiores detalhes.

Maksuês compareceu à entrevista, cinco horas após ser informado que ficaria fora do ar, acompanhado de líderes do PMDB e PT, além de outras siglas que apóiam à sua candidatura. Considerado principal líder do PP no Estado, o deputado José Riva prestou solidariedade ao seu companheiro de partido, que chorou ao prestar as declarações à imprensa. O vice-prefeito de Várzea Grande, Nico Baracat (PMDB) também presente, manifestou apoio ao parlamentar. Correligionários do PP e das siglas que integram o arco de alianças do partido lotaram o auditório no Poder Legislativo.

Líder de pesquisas no município, Maksuês afirmou que o fim de seu programa na TV Rondon é reflexo de uma manobra arquitetada pelo adversário Júlio Campos. Segundo Leite, o pré-candidato do DEM teria se reunido anteontem, no município de Sinop, com o proprietário do grupo detentor da TV Rondon, Roberto Dornner (PDT), com o intuito de impedir a continuidade da veiculação do programa Comando Geral.

A emissora alega que o fim do programa está ligado a preocupação de atender a legislação eleitoral no item que trata de propaganda extemporânea. Leite destacou que não recebeu notificação do Ministério Público Eleitoral (MPE) e que, portanto, a emissora não teria motivos para encerrar o programa.

O parlamentar lançou ainda duras críticas contra o grupo do Democratas do município. Ele afirmou que o ato remonta ao período da ditadura vivida no país de caracterizar o “coronelismo” exercido por lideranças do DEM em Várzea Grande.

Leite não deverá buscar contrato com outra emissora devido a proximidade do período eleitoral. “Temos pouco tempo para organizar a convenção e o conselho político formado pelos partidos que apóiam o projeto do PP”, afirmou. Segundo ele, após a eleição, independente do resultado, retomará à televisão.

Com o fim do programa, segundo ele, 40 profissionais da comunicação perderão o emprego. Maksuês também disparou críticas Dornner pela decisão.

Democrata rechaça acusação do PP

Da Reportagem

O pré-candidato do DEM na disputa à prefeitura de Várzea Grande, Júlio Campos, negou ter arquitetado qualquer estratégia com o empresário do ramo de comunicação, Roberto Dornner (PDT), com o objetivo de tirar do ar o programa Comando Geral, apresentado até anteontem pelo deputado Maksuês Leite (PP), seu principal adversário no município.

Júlio afirmou que a decisão de Roberto pode estar ligada a desentendimentos políticos entre o PDT e o PP. “Não tenho nada a ver com essa questão. O que estou sabendo é que o PP não cumpriu com o Dornner, que é pré-candidato em Sinop, um acordo político de apoio do PP ao seu projeto. Como o prazo para o PP tomar a decisão era no dia 13, acho que o Roberto resolveu tomar uma atitude como aconteceu”, explicou.

Campos afirmou ainda que a intempérie entre Dornner e o PP teria ocorrido há um mês. Anteontem, o PDT em Várzea Grande declarou apoio a Júlio Campos. O pré-candidato do Democratas contesta as críticas do deputado. Porém, concorda com a decisão da emissora. “Acho que o Roberto tomou uma decisão muito certa. Agora a disputa em Várzea Grande vai ficar mais justa. O processo era injusto porque eu não podia, como ele (Maksuês) ficar fazendo propaganda antes do tempo. Ele sabe que o Ministério Público estava de olho nele”, disparou. (SF)



Wallace deve mesmo apoiar Júlio Campos

Da Reportagem

O deputado estadual Walace Guimarães (DEM) deve formalizar o apoio a candidatura de Júlio Campos, da mesma sigla. Líderes do partido tentam demover o parlamentar. O senador Jayme Campos se reuniu com Wallace no início desta semana.

De acordo com o senador, o partido aposta numa condução positiva de Walace sobre o processo. Guimarães disputou com Júlio a indicação do partido para disputar a prefeitura. Magoado com o processo, o deputado afirma que só irá se posicionar sobre possível apoio após decisão de seu grupo político.

Diante do cenário, Júlio tem investido em conversas com o parlamentar visando assegurar apoio ao seu nome. Ele entende que Walace dificilmente irá contra a posição da sigla. Outro fator a ser analisado pelo deputado está ligado diretamente a legislação eleitoral, a qual pune detentores de mandatos ‘infiéis’ às regras do partido.

Ao analisar o cenário, o presidente do diretório municipal, Ismael Alves, disse que confia na posição do deputado. “Acho que o deputado tem direito de ter um tempo para analisar toda essa situação, mas o DEM acredita que ele irá apoiar o projeto do partido”. (SF)

DO CUIABÁ URGENTE

Reclamação 1

Jayme Campos anda reclamando do PR. De Cuiabá a Rondonópolis, passando por Várzea Grande, é só reclamação. Para Campos o PR de Blairo Maggi só quer o tempo de TV do DEM. Em Cuiabá o PR quer ter o PT como vice. Em Rondonópolis o partido quer ir com uma chapa pura.

Reclamação 2

Várzea Grande é um caso à parte. Principal cidade da família Campos, que não anda vendo com bons olhos as constantes reuniões de botinudos de alto coturno com Murilo Domingos, candidato a reeleição do PR contra o irmão de Jayme, Júlio Campos.

Aniversário

Por falar em Várzea Grande, a cidade completa hoje 141 anos de fundação. Mais uma vez, a programação de eventos em comemoração à data segue quase apagada, sem grandes acontecimentos e com as ruas das principais vias esburacadas.

Fonte: Diário de Cuiabá

304 Vagas de empregos na Grande Cuiabá dia 14 de maio

304 vagas de emprego

para hoje, 14 de maio

O Nacional de Emprego, em Cuiabá oferece nesta terça-feira 304 vagas de trabalho. Os interessados que já são cadastrados no Sine devem telefonar gratuitamente para o número 0800-647-4400. Caso não seja cadastrado, é preciso comparecer aos postos de atendimento do Sine em Cuiabá ou Várzea Grande.


Confira a lista de vagas.

Reflexão para uma boa terça-feira


UM PASSO DE CADA VEZ

Fé é reconhecer que Deus é o Senhor do Tempo mesmo quando a minha perspectiva de tempo não concorda com a Dele. Pamela Reeve

São poucas as pessoas que podem tomar passos gigantescos a fim de se tornar um fenômeno do dia para a noite. Isso pode até acontecer mas é muito raro. Porém, todas as pessoas podem dar um passo de cada vez. Um após o outro e mais um e outro mais.

São através dos pequenos passos repetidos inúmeras vezes que proporcionam as grandes realizações. Olhe para a sua própria vida e você verá muitos desafios. Alguns parecem impossíveis de serem superados. Porém, assim que você começar a se concentrar neles, imediatamente eles irão diminuir em dimensão. Você agora irá perceber que você cresceu. Você aprendeu. Você realizou. Você experimentou; e pela abundante graça de Deus os seus sonhos se tornaram uma realidade.

A despeito do tamanho do obstáculo, da dimensão do alvo, existe alguma coisa que você pode fazer hoje, amanhã e nos dias que se seguem. Pare de pensar num passo gigante e tome um pequeno passo de cada vez..


Autor: Nélio DaSilva

Para Meditação:

Ora, àquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós, a ele seja a glória, na igreja e em Cristo Jesus, por todas as gerações, para todo o sempre. Amém! Efésios 3:20-21

Eleições 2008 em Várzea Grande, Murilo Domingos candidatará a reeleição

Murilo Domingos e Dito Loro visitando obras

DEFINIÇÃO

Murilo informa a parlamentares

que é pré-candidato



O prefeito de Várzea Grande, Murilo Domingos, reafirmou ontem, durante reunião das executivas municipal e regional do PR, no hotel Las Velas, a sua disposição em disputar a reeleição no pleito deste ano. "Sou candidato, mas desde que seja a vontade do partido", afirmou. "Então, é candidato", respondeu o presidente regional, Moisés Sachetti.

A reunião, que teve as presenças dos deputados federais Homero Pereira e Wellington Fagundes, além do deputado Mauro Savi, foi convocada pelos quatro vereadores do PR no município: Charles Caetano, Wilton Coelho, Wanderlei Cerqueira e Antônio Cardoso Neto. "A nossa preocupação era com a indefinição em torno da reeleição do prefeito", explicou Caetano. "Agora, vamos trabalhar para conseguirmos a vitória".

Moisés Sachetti disse que Murilo Domingos terá total apoio do partido para se reeleger e que o governador Blairo Maggi estará no palanque na cidade, dando total respaldo à recandidatura do prefeito. "O PR entende que é possível, sim, ganhar em Várzea Grande e o governador Blairo Maggi está pronto para participar da campanha", enfatizou.

Ficou estabelecido que os quatros vereadores serão os responsáveis pelos contatos com os partidos para formar uma ampla aliança em torno da reeleição de Murilo Domingos.

A partir desta semana, eles vão se reunir com os representantes, por exemplo, do PSB, PDT, PSC, PSL e até do PSDB. "Por questão de ética, não vamos conversar com os partidos que já optaram por uma das duas outras pré-candidaturas", informou Caetano.

A avaliação dos republicanos é de que, se Murilo conseguir mostrar, de forma clara o que realizou no município nos últimos três anos, entrará na disputa com possibilidade de vitória. "O PR acredita na reeleição de Murilo Domingos", assegurou Moisés Sachetti. Para Mauro Savi, não existe eleição perdida e o prefeito varzea-grandense vai enfrentar os seus adversários, no mínimo, em condições de igualdade. "Estamos aqui porque acreditamos na vitória do Murilo", destacou.

A partir de agora, conforme ficou definido, não se discute mais qualquer mudança de candidato.


Fonte: A Gazeta - Auro Ida

337 Vagas de empregos na Grande Cuiabá para dia 13 de mao

337 vagas de emprego

para terça-feira, 13 de maio

O SINE Sistema Nacional de Emprego, na Grande Cuiabá oferece nesta terça-feira 337 vagas de trabalho. Os interessados que já são cadastrados no Sine devem telefonar gratuitamente para o número 0800-647-4400. Caso não seja cadastrado, é preciso comparecer aos postos de atendimento do Sine em Cuiabá ou Várzea Grande.


Confira a lista de vagas

Concurso público em Água Boa MT tem 218 vagas


Água Boa - MT


CONCURSO PÚBLICO EM ÁGUA BOA MT


INSCRIÇÕES VÃO ATÉ DIA 23 DE MAIO




Concurso público organizado pela Prefeitura do Município de Água Boa, no estado do Mato Grosso, está com inscrições abertas até o dia 23 de maio para as 218 vagas de empregos disponíveis.



Salários

Os salários variam de R$ 443,00 a R$ 3.273,00


Inscrições

As inscrições poderão ser feitas pelo site www.acpi.com.br ou na sede da Prefeitura, na av. Planalto, nº410, no Centro de Água Boa. A taxa para participar varia de R$ 25 a R$ 65.



Cargos oferecidos:

Fundamental incompleto

Agente de Serviços, Auxiliar de Limpeza, Gari e Vigilante.


Fundamental completo

Atendente, Merendeira, Mecânico, Motorista, Operador de Máquinas, Atendente Geral de Saúde e Vigia.


Médio

Agente Administrativo, Agente de Saneamento, Assistente de Informática, Fiscal de Obras e Postura, Fiscal de Tributos, Técnico em Gestão de Documentos, Agente de Consultório Dentário, Vigilante Sanitário, Técnico em Enfermagem, Técnico Laboratorista, Técnico em Vigilância Sanitária, Técnico em Prótese Dentária, Técnico Administrativo Educacional e Técnico de Desenvolvimento Infantil.


Superior

Agente de Arrecadação e Fiscalização, Auditor de Controle Interno, Fisioterapeuta, Psicólogo, Farmacêutico Bioquímico, Assistente Social, Enfermeiro, Biólogo, Médico, Médico Veterinário, Químico, Odontólogo, Fonoaudiólogo, Nutricionista, Professor – Pedagogia, Letras e Matemática.