Várzea Grande faz a fiscalização em 185 táxis


Numa operação conjunta com a Guarda Municipal, a Superintendência de Trânsito e Transportes de Várzea Grande (STU/VG) fiscalizará os 185 veículos de táxis que circulam pela cidade, sem ainda terem recebido o selo 2008, de vistoria da Prefeitura.

"É importante que os passageiros utilizem somente os táxis que passaram pela fiscalização, pois ela garante o cumprimento das normas de segurança em diversos âmbitos", afirma o engenheiro da superintendência de Trânsito e Transportes, Rogério Barbosa.

Desde o início de março até o final deste mês de abril, taxistas devem procurar a sede da STU no bairro Cristo Rei em Várzea Grande para voluntariamente submeter o veículo pela vistoria do órgão comprovando a regularização. Os itens exigidos são: alvará, documentos particulares, licenciamento do veículo, carteira de habilitação, comprovante de endereço e certidão negativa do Fórum Municipal.

“São todos itens indispensáveis para a emissão da certidão positiva da STU, autorizando a circulação do veículo. O taxista também tem que apresentar uma declaração de autorização de serviço do sindicato da categoria e, o certificado da realização de um curso defensivo e de turismo oferecido a cada cinco anos pelo Governo do Estado”, informa Rogério.

Além disso, o veículo deve estar em boas condições, com estofamento e painel conservados. Também serão verificados o estado de conservação e funcionamento do taxímetro, extintor, cinto de segurança, pneus e estepe, bancos, vidros, limpador de pára-brisas, lanternas, sinalização das setas e lanternas, e, equipamentos de segurança.

Após 30 de abril, os veículos que forem surpreendidos nas operações sem o selo da vistoria terão seus cartões de identificação apreendidos – o que impede a circulação dos táxis – e terão para regularizar, um prazo de 10 dias a sua situação junto a Prefeitura. Caso isto não ocorra, o motorista tem a sua autonomia suspensa pela STU/VG, que encaminhará uma notificação ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Outras informações na STU/VG, pelo telefone 3688-3155 ou na Avenida Gonçalo Botelho de Campos, nº. 255, bairro Cristo Rei, na sede da Administração Regional do Cristo Rei.


Fonte: O Documento

Gostou? Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário